Tecnologia

Top 3: Os celulares mais caros do mundo

conheça os celulares mais caros do mundo
Foto: Divulgação

Se para você o preço de um iPhone aqui no Brasil já é muito alto, prepare-se: em território internacional, existem diversos outros smartphones muito mais caros. E nem estamos falando daqueles celulares “comuns” que foram especialmente customizados com diamantes e pedras preciosas por designers – nessa lista você encontra celulares atuais criados por marcas de luxo!

Ficou curioso? Então, confira o nosso pódio com os três celulares mais caros do mundo!

Gresso Regal: $ 3.000 (aproximadamente R$ 10.300)

gresso um dos celulares mais caros do mundo

Foto: Divulgação

Lançada em 2016, a coleção Regal, da Gresso, é uma das mais caras e luxuosas do mundo. E não é por menos: todos os aparelhos dessa linha são revestidos por materiais nobres, como titânio e ouro, e ainda passam por uma fase de montagem e polimento manual.

Para acrescentar ainda mais exclusividade, cada um dos celulares da coleção é único. A prova disso é seu número de série – que vai de 01 a 999 – gravado na parte traseira do aparelho. Na hora da compra, você pode conferir a disponibilidade dos números e escolher o seu.

Quanto às especificações técnicas, o Regal tem uma configuração boa, mas nada de muito extravagante: memória RAM de 2 GB, processador quad-core de 1.5 HGz, memória interna de 32 GB, câmera traseira de 13 MP e frontal de 5 MP.

Em relação ao preço, lá nos Estados Unidos o aparelho sai a partir de $ 3,000. Com a cotação atual do dólar (10/06/16), o modelo custaria R$ 10,300 aqui no Brasil.

Goldvish Eclipse: € 6.750 (aproximadamente R$ 26.100)

goldvish eclipse um dos celulares mais caros do mundo

Foto: Divulgação

Se você achou a coleção da Gresso “baratinha”, conheça então a linha Eclipse, da Goldvish. Para começar, todas as peças que formam esse majestoso celular são feitas na Suíça – ou seja, têm o “selo de qualidade suíço”. Cada um dos aparelhos da linha é feito de um jeito único: à mão, por artesões experientes.

Para completar a fineza dos celulares da Goldvish, todas as quatro opções da coleção Eclipse são revestidas com couro de jacaré, mas cada um em diferentes cores. O modelo mais barato é o Magic Onix Alligator, que custa € 6.750 – o equivalente a R$ 26.100 na cotação atual.

Agora, em relação às especificações técnicas, já é possível notar uma configuração mais elevada: processador Snapdragon 800 quad-core de 2.5 GHz, memória RAM de 3 GB, memória interna de 64 GB, além da câmera de 13 MP com 6 lentes (para evitar distorções de imagem e cor), câmera frontal de 5 MP (também livre de distorções) e vídeo com resolução 4K.

Solarin, da Saran: $ 13.800 (aproximadamente R$ 47.380)

solarin o celular mais caro do mundo

Foto: Divulgação

Recentemente lançado pela Sirin Labs, o Solarin é considerado o celular “mais seguro do mundo” – além de, talvez por isso mesmo, o mais caro. Segundo a própria fabricante, o aparelho é voltado para quem busca por mais segurança e privacidade. Para fazer jus ao seu nome, o Solarin conta com criptografia à nível militar, o que permite, por exemplo, fazer ligações com proteção contra invasões e grampos.

Fora a criptografia de dados, esse smartphone também apresenta uma configuração de qualidade, semelhante àquela vista em modelos top de linha. Dentre as especificações, o destaque fica para o processador Snapdragon 810 octa-core de 2 GHz, 4 GB de memória RAM e 128 GB de memória interna.

Quanto à câmera, é uma das melhores já vistas em smartphones: o aparelho conta com 24 MP de resolução na câmera traseira e 8 MP de resolução na frontal, além de gravar vídeos em 4K.

Lançado recentemente no Reino Unido, o Solarin custa, em seu modelo mais simples e sem taxas inclusas, $ 13.800 – o equivalente a R$ 47.380 de acordo com a cotação atual do dólar.

Vale lembrar que, além desses modelos, existem muitos outros com preços altíssimos – por exemplo, os aparelhos da Tonino Lamborghini Mobile, inspirados nos carros de luxo da marca. Infelizmente, não encontramos os valores atuais dessa e de outras marcas em seus sites oficiais.

 

Esse post foi uma colaboração da equipe de conteúdo da Cinco TI.

Participe! Deixe seu comentário...

Você também pode gostar de