Mistério

A casa mal-assombrada de Ted Bundy

Se você conhece histórias de serial killers, certamente conhece Ted Bundy, o mais famoso deles. Theodore Robert Cowell foi o mais terrível assassino em série da história dos Estados Unidos, ele agia nos anos 70 e era conhecido por assassinar e estuprar suas vítimas. Típico psicopata, Ted era um homem sedutor e comunicativo, atraindo facilmente suas presas para que pudesse iniciar sua matança desenfreada. Como método principal, ele atraia mulheres até a porta do seu carro, então as golpeava e levava embora para seu lar onde desfrutava do processo de morte.

Ele gostava de mulheres bonitas de cabelos escuros, era extremamente cruel com elas e após a morte, guardava seus corpos para continuar os violando. Quando pego, a polícia encontrou 12 cabeças decapitadas em sua casa, isto além de fotos e outras provas de seus crimes hediondos. Ele mesmo se defendeu em seus julgamentos, era ótimo em narrativas e mesmo sendo cruel, atraiu uma legião de fãs. Bundy foi condenado a cadeira elétrica pelo estado da Flórida em 1989 e não solicitou uma última refeição. Um detalhe importante é que foi uma mulher que pôs fim a sua vida após ligar a chave da cadeira elétrica.

Após este breve histórico, aqui vão alguns fatos assustadores. A casa onde este cruel psicopata cresceu está em reformas e coisas perturbadoras vem ocorrendo. Tudo começou em setembro de 2016 quando David Truong comprou a casa sem saber que Ted havia vivido lá. Sua ideia era compra-la, reforma-la e vende-la, alcançando um bom lucro, porém Truong não poderia prever o que começou a ocorrer. O imovel está localizado em Tacoma, Washintong, e está sendo reformado por uma empresa séria.

O responsável pela obra se chama Casey Clopton e quando foi até a casa pela primeira vez, levou sua filha de 11 anos que ao entrar lá começou a chorar em desespero, se acalmando apenas quando saiu do local. Mesmo depois deste fato estranho as reformas começaram e não demorou para que voltassem a ocorrer. Certo dia a equipe entrou no imóvel para trabalhar e percebeu que todas as portas de todos os armários estavam abertas, mesmo que todo o local tivesse sido trancado no dia anterior e ninguém ter a oportunidade de entrar lá.

Poucos dias depois foram encontradas as palavras ‘help me’ escritas em uma das janelas do porão. Ainda no porão certo dia foi possível ouvir uma grande cômoda que caia no andar superior. Celulares e aparelhos eletrônicos não funcionavam lá dentro e quando colocados para carregar, apareciam desligados das tomadas. Também foi encontrada escrita na poeira de um dos quartos a palavra ‘leave’, vá embora.

Depois de tantos relatos, Clopton resolveu investigar perguntando aos vizinhos quem morava ali antes da compra do imóvel, infelizmente ele não gostou nada da descoberta. Ele imediatamente informou o proprietário do imóvel que mesmo se dizendo cético, chamou religiosos para abençoar o imóvel.  Dois pastores estiveram no local e fizeram suas preces, a equipe de obra também escreveu vários versos bíblicos nas paredes que, mais tarde, foram cobertos com tinta. Mesmo assim, Clopton acredita que estes trechos protegem a casa dos maus espíritos que lá estão aprisionados. A obra foi terminada e não foram recebidas mais notícias de eventos paranormais por lá.

Participe! Deixe seu comentário...

Você também pode gostar de