Curiosidades

Rapto de crianças – Uma experiência assustadora

Rapto de crianças – Uma experiência assustadora

Por dia, mais de 700 crianças são raptadas.

Foi assim que surgiu esta experiencia, um rapaz foi para um parque infantil testar, com a devida autorização dos pais, se as crianças sabiam como proceder ao serem abordadas por um estranho.

Os resultados são simplesmente assustadores, assista ao vídeo:

 

A minha opinião…

Acredito que haja pouco que os pais possam fazer além de dizer para não falarem com estranhos/não aceitar seja o que for de estranhos. Por muito perspicazes que algumas crianças até possam ser, olhemos por exemplo do último rapaz do vídeo, que podemos assumir que mal sabe falar.

HOMEM DE FERRO QUASE LEVOU A MARVEL A FALÊNCIA

Quando os pais dizem para não fazer determinada coisa, os pequenos ainda não têm noção do porquê e também, vamos dizer a verdade, às vezes os pais também gostam de criar regras só porque sim e, inclusive, as crianças as quebram e nada de mal lhes acontece, por isso elas sambem que, mesmo que desobedeçam, não serão punidas.

Acho que nesta idade o melhor é mesmo estar sempre atento, deixando alguma distância no banco do jardim para a criança também não ir sempre para as saias da mãe, ou leva-la a casa de amigos para também conviver com outras pessoas. Mas até os 8-10 anos se não saírem com amigos, vale ir com eles.

Se forem esperemos, que nada lhes aconteça. Portugal, apesar de tudo, não tem muitos casos destes, acho que há um em particular em que todos os anos “há provas novas”. Para mim só prova que não há prova nenhuma. Eu percebo que os pais só queriam pelo menos saber o que aconteceu a sua filha, mas não há nada que lhes vá dar paz. Mais vale jogarmos pelo seguro do que ter que passar pelo mesmo.

Ouve-se falar de pedófilos que usam truques como cachorrinhos ou doces para ganhar a confiança de crianças e conseguir levá-las para longe da proteção dos pais, mas a real eficácia do esquema perante a inocência e pureza das crianças é realmente horrível e dá que pensar. Por mais que se diga à criança para não falar com estranhos, todos os cuidados são poucos.

Não deixem de divulgar este post, um compartilhamento pode salvar vidas.

Equipe TriCurioso: A autora deste post é Sofia, nossa amiga lá de Portugal! Para facilitar a leitura de nós, brasileiros, seu texto foi adaptado para Português Brasileiro, porém algumas gírias e palavras diferentes foram mantidas para que todos possam descobrir um pouco sobre as diferenças de escrita entre a escrita do Brasil e de Portugal.

Leia Também: