Curiosidades, Notícias

Qual é a melhor companhia aérea do Brasil?

Qual é a melhor companhia aérea do Brasil?

Todo ano a Skytrax World Airline Awards lança uma lista das melhores companhias aéreas do mundo. Em 2018 ela avaliou nada mais, nada menos que 335 empresas da aviação mundial, então chega de enrolação e vamos a lista das melhores companhias aéreas do Brasil!

Na lista das melhores da América do Sul temos:

  1. Avianca
  2. Azul Airlines
  3. Latam
  4. Sky Airline
  5. Aerolineas Argentinas
  6. Tame
  7. Easyfly
  8. Gol
  9. Austral Líneas Aéreas
  10. StarPeru

Qual é a melhor companhia aérea do Brasil?

1º Avianca

A colombiana, Avianca em 2018 apareceu no ranking como a melhor companhia aérea da América do Sul. Vale lembrar que suas operações em 2019 no Brasil não estão indo bem, já que em nosso país a empresa abriu processo de recuperação judicial por conta de dívidas com valor superior a R$ 500 milhões.

Inclusive no ano passado a companhia chegou a devolver duas aeronaves Airbus A330 para empresas de arrendamento. Devido a tudo isso, sua operação, pelo menos no Brasil, provavelmente perca qualidade esse ano, uma pena, visto que a Avianca é uma empresa enorme em toda América Latina e possui respeito e admiração de muitos dos seus clientes. Podemos dizer inclusive que para os colombianos, a Avianca é como foi a Varig para nós brasileiros.

Em 2018, os destaques da Avianca no ranking foram:

– Ranking mundial: 51º lugar (ante 50º lugar em 2017)
– melhor companhia aérea na América do Sul
– melhor classe econômica na América do Sul

Azul Airlines

A Azul iniciou suas operações em 2008 no Brasil e atualmente oferece voos para mais de 100 destinos diferentes. Todos os dias a empresa realiza mais de 860 viagens tanto dentro do Brasil, como para outros países. Por isso, hoje a Azul está entre as três maiores companhias aéreas nacionais.

Seu foco está nos preços baixos e a alta qualidade dos serviços prestados. Atualmente a frota da empresa é composta por aviões Embraer 190 e 195 e os famosos Airbus A320.

Atualmente a Azul possui as seguintes rotas internacionais:

  • Buenos Aires
  • Punta Del Este
  • Montevidéu/Caiena
  • Portugal
  • Estados Unidos

Em 2018, os destaques da Azul Airlines no ranking foram:

– Ranking mundial: 53º lugar (ante 52º lugar em 2017)
– melhor equipe de bordo na América do Sul
– melhor companhia aérea regional (voos mais curtos, com aviões menores) na América do Sul
– melhor companhia aérea no Brasil
– melhor classe executiva na América do Sul
– melhor limpeza da cabine na América do Sul

3º Latam

Em terceiro lugar temos a Latam, empresa aérea formada pela união da brasileira TAM com a chilena LAN que iniciaram sua fusão em 2012, formando a gigante LATAM, que atualmente é considerada a maior companhia aérea da América Latina.

Hoje a Latam opera os seguintes tipos de avião: Airbus 330, Airbus A321, Airbus A320 – 156, Airbus A320 – 174, Airbus A319, Airbus A350, Boeing 777 e Boeing 767. Por ano a companhia transporta mais de 67 milhões de passageiros. Sua operação é tão grande que diariamente a Latam realiza mais de 1.400 voo pelo Brasil e o mundo.

Vale lembrar que este ano, a empresa promete uma nova rota para Munique, na Alemanha. Hoje ela já possui rotas frequentes para todo o Brasil, vários países da América Latina e Caribe, Estados Unidos, Itália, Portugal e África do Sul.

Em 2018, os destaques da Latam no ranking foram:

– Ranking mundial: 63º lugar (ante 59º em 2017)
– melhor sala VIP para passageiros da classe executiva na América do Sul


4º Gol

Este ano a Gol fez 18 anos de existência no Brasil e atualmente é considerada a maior companhia aérea do Brasil em número de passageiros, possuindo 36% de participação do mercado domestico. Sua frota atual é de aproximadamente 119 aeronaves e por isso opera em 60 aeroportos pelo Brasil e 23 destinos internacionais.

Algumas das aeronaves da Gol são: Boeing 737 NG nas versões 737-700 e 737-800, 737 MAX 8 e 737 MAX 10.

Não sei se você se recorda, mas em 2012 a Gol fez a compra da empresa aérea de baixo custo Webjet, porém apenas dois dias depois da compra, ela demitiu todos os funcionários da Webjet e anunciou o fim da empresa, passando então a focar apenas na própria marca. Vale ressaltar que nessa mesma época, a Gol também chegou a demitir aproximadamente 2.000 funcionários.

Um de seus piores anos foi 2016, quando a Gol ficou muito próxima da ir a falência, o que a salvou foi a compra de 10% de suas ações realizada pela empresa Delta Air Lines.

Em 2018, os destaques da Gol no ranking foram:

– Não aparece no ranking das 100 melhores do mundo
– 3º lugar entre as melhores aéreas de baixo custo na América do Sul

E aí, gostou da matéria? Qual a sua empresa aérea favorita? Comente logo abaixo…

Leia Também: