Connect with us

Hi, what are you looking for?

Curiosidades

O Misterioso caso da Dália Negra

O Misterioso caso da Dália Negra

Já falamos sobre diversos crimes aqui no TriCurioso, isso porque grande parte deles foram extremamente chocantes e ganharam destaque na mídia, seja nacional ou até mesmo internacional.

Muitos crimes já viraram notícia ao redor do mundo e alguns deles foram tão brutais que é impossível de acreditar que realmente aconteceram. Você já ouviu falar sobre o caso da Dália Negra? É um crime misterioso que chocou o mundo em 1947 e até hoje é lembrado por muitas pessoas. Prepare-se, pois iremos conhecer agora mesmo o misterioso caso da Dália Negra.

 

O Misterioso caso da Dália Negra

 

Elizabeth Short

Toda história seja ela real ou fictícia possui um protagonista e muitas das vezes esse protagonista acaba sofrendo bastante. Nesse caso, a protagonista é a Elizabeth Short que nasceu no dia 24 de julho de 1924 em próximo ao Hyde Park em Londres.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Elizabeth era a terceira de cinco filhas do casal Cleo e Phoebe May Short. Por volta de 1927 toda a família se mudou para Portland e depois para Medford, em  Massachusetts e foi lá onde Elizabeth passou boa parte da sua vida. Em 1930, o carro do pai da Elizabeth foi encontrado abandonado na ponte de Charlestown e todos acreditaram que ele havia cometido suicídio pulando no rio Charles. 

 

O Misterioso caso da Dália Negra

 

Após o ocorrido, a mãe de Elizabeth se  mudou com todos os filhos para um pequeno apartamento de Medford e começou a trabalhar com contabilidade. Quando tinha 15 anos, a jovem Elizabeth passou por uma cirurgia pulmonar devido à bronquite e os ataques de asma e os médicos sugeriram que ela se mudasse para um clima mais ameno durante os meses de inverno para evitar mais problemas respiratórios.

Sempre nos períodos de inverno, Elizabeth se mudava para Miami e ficava morando com amigos da família. Em 1942, a mãe de Short  recebeu uma carta de desculpas do suposto marido falecido, que revelou que ele estava vivo e havia iniciado uma nova vida na Califórnia. Em dezembro do mesmo ano, Elizabeth se mudou para a Califórnia para morar com o seu pai que na época estava trabalhando no estaleiro naval Mare Island, na Baía de São Francisco.

Advertisement. Scroll to continue reading.

 

O Misterioso caso da Dália Negra

 

No início de 1943, Elizabeth  conseguiu um emprego na Base Exchange em Camp Cooke (atual Base da Força Aérea de Vandenberg), logo ela se mudou para Lompoc, onde começou a morar com alguns amigos e um sargento da Força Aérea que supostamente abusou sexualmente dela. Na metade daquele ano, a jovem se mudou novamente, dessa vez para Santa Bárbara, onde em setembro ela foi presa por beber com menores de idade em um bar local.

Em julho de 1946, Elizabeth se mudou  para Los Angeles para visitar o tenente da Força Aérea do Exército Joseph Gordon Fickling, os dois haviam se conhecido na Flórida. Em Los Angeles, a jovem começou a trabalhar como garçonete e alugou um quarto atrás da boate Florentine Gardens, no Hollywood Boulevard. Nessa época, Elizabeth começou a se interessar por atuação, inclusive ela tentou a carreira de atriz, porém não deu muito certo.

 

Advertisement. Scroll to continue reading.

O Misterioso caso da Dália Negra

 

Morte

A baixo contém imagens que podem ser sensíveis para algumas pessoas.

Entre o final de dezembro de 1946 e o começo de janeiro de 1947, Elizabeth viajou para San Diego com Robert “Red” Manley, um vendedor casado de 25 anos com quem ela estava tendo um caso. No dia 9 de janeiro de 1947 os dois chegaram de viagem e Robert deixou a jovem no Biltmore Hotel, localizado na Grand Avenue, no centro de Los Angeles. Uma equipe do hotel viu Elizabeth usando o telefone do saguão e logo depois os clientes da Crown Grill Cocktail Lounge avistaram ela a aproximadamente 0,80 km de distância do Biltmore Hotel.

Na manhã do dia 15 de janeiro de 1947 um corpo nu foi encontrado dividido em dois pedaços em um terreno baldio no lado oeste da South Norton Avenue em Leimert Park. O corpo foi descoberto por volta das 10 horas por Betty Bersinger, uma moradora local que estava caminhando com a sua filha de três anos.

 

Advertisement. Scroll to continue reading.

O Misterioso caso da Dália Negra

 

O corpo estava dividido na cintura e todo o sangue havia sido drenado, assim deixando a pele bastante pálida, além disso o corpo parecia ter sido lavado pelo assassino e o rosto havia sido cortado dos cantos da boca até os ouvidos, criando um efeito conhecido como sorriso de Glasgow. Perto do corpo, os detetives localizaram uma marca de calcanhar no chão e também um saco de cimento contendo sangue aquoso.

Após o crime, Elizabeth acabou recebendo o nome de Dália Negra por conta de um jogo de palavras com o filme A Dália Azul que havia sido lançado um ano antes. Como Elizabeth possuía cabelos negros e possuía um costume de colocar dálias na cabeça, o apelido parecia ser bem propício.

 

O Misterioso caso da Dália Negra

 

Advertisement. Scroll to continue reading.

Investigação

Não demorou muito para a polícia identificar que aquele corpo era da Elizabeth Short, então começaram as investigações para achar o assassino. No dia 21 de janeiro, uma pessoa que alegava ser o assassino da Elizabeth telefonou para o escritório de James Richardson, editor do Jornal Los Angeles Examiner, parabenizando Richardson pela cobertura do caso pelo jornal e afirmou que desejava que a polícia o perseguisse mais.

No dia 24 de janeiro, um envelope suspeito foi descoberto por um funcionário do Serviço Postal dos EUA, o envelope havia sido endereçado ao Los Angeles Examiner e outros jornais de Los Angeles com palavras individuais que foram cortadas e coladas em recortes de jornais, além disso, uma grande mensagem na face do envelope dizia: Aqui está a carta dos pertences de Dahlia.

 

O Misterioso caso da Dália Negra

 

No envelope estavam presentes a certidão de nascimento de Elizabeth, cartões de visita , fotografias, nomes escritos em pedaços de papel e um caderno de endereços com o nome Mark Hansen gravado na capa. O pacote havia sido cuidadosamente limpo com gasolina, da mesma forma que o corpo da Elizabeth, isso levou a polícia a suspeitar que o pacote havia sido de fato enviado diretamente pelo assassino.

Advertisement. Scroll to continue reading.

No dia  14 de março daquele mesmo ano, uma possível carta de suicídio escrita a lápis em um pedaço de papel foi encontrada enfiada em um sapato que estava em uma pilha de roupas masculinas na beira do oceano, aos pés da Avenida Breeze. A nota dizia: “Para quem possa interessar: esperei que a polícia me capturasse pelo assassinato da Dália Negra, mas isto não aconteceu. Sou covarde demais para me entregar, então essa é a melhor saída para eu. Eu não pude evitar isso ou aquilo. Desculpe Mary”.

 

O Misterioso caso da Dália Negra

 

A polícia chegou a entrevistar mais de 150 homens que eles acreditavam serem possíveis suspeitos. Cerca de 750 investigadores do Departamento de Polícia de Los Angeles e de outros departamentos trabalharam no caso. Uma recompensa de US$ 10 mil chegou a ser oferecida pelo vereador Lloyd G. Davis em troca de informações que levassem ao suspeito.

Várias pessoas chegaram a confessar o crime, porém a polícia não considerou nenhuma das confissões e continuou a investigar o caso. A polícia nunca conseguiu encontrar provas concretas que levassem ao verdadeiro assassino e desde então várias teorias começaram a ser criadas.

Advertisement. Scroll to continue reading.

 

 

 

Até hoje o assassinato da Elizabeth Short permanece sem solução e é um dos grandes mistérios da humanidade. Em 1987 foi lançado o filme A Dália Negra que explorava todo o caso e as investigações, em 2006 o caso ganhou um novo filme com o mesmo nome, o caso também teve destaque em dois episódios de American Horror Story, sendo um em 2011 e outro em 2018. O caso da Dália Negra já foi retratado em diversos livros, filmes e séries, provando assim que o crime jamais será esquecido.

Você já conhecia o caso? Comenta aqui em baixo e não esquece de compartilhar esse post!

Advertisement. Scroll to continue reading.

Leia Mais

Curiosidades

Desde pequenos ouvimos que devemos cuidar bem dos nossos dentes, ter uma boa escovação e acompanhamento com o dentista, certo? O fato é que...

Curiosidades

Não podemos negar que o Planeta Terra inteiro é fascinante, tanto quanto o universo, ainda mais os eventos naturais que ocorrem por aqui, muitos...

Curiosidades

Nós seres humanos somos uma das maiores obras de arte da natureza. O nosso corpo é incrível, ele é uma verdadeira máquina e precisa...

Curiosidades

As curiosidades fazem parte da nossa vida desde sempre, afinal de contas, quem nunca quis saber como determinada coisa acontece? Bom, desde pequenos acabamos...

Curiosidades

As bruxas já foram seres bastante temidos, inclusive houveram diversas perseguições à mulheres acusadas de bruxaria, muitas delas chegaram até serem mortas, queimadas em...

Curiosidades

Desde pequenos estamos acostumados a ouvir perguntas do tipo: “O que você quer ser quando crescer?” e consequentemente começamos a pensar sobre isso. Mas...