Connect with us

Hi, what are you looking for?

Curiosidades

Confira as melhores curiosidades sobre o Rei do Cangaço

Confira as melhores curiosidades sobre o Rei do Cangaço

Não é novidade para ninguém que o Brasil é enorme e cheio de diversidades culturais. Cada região do nosso país possui histórias fascinantes e que encantam e despertam a curiosidades das pessoas mesmo com o passar dos anos.

Por falar em regiões do Brasil, o Nordeste é uma das regiões que mais carregam histórias na sua bagagem (palavras do nordestino que vos escreve). Quem conhece a história da região nordeste, certamente já ouviu fala sobre Lampião, o Rei do Cangaço. Bom, hoje selecionamos algumas das melhores curiosidades sobre ele e você pode conferir agora mesmo.

Curiosidades sobre Lampião, o Rei do Cangaço

  • Lampião tinha o sonho de ser governador de um novo estado sertanejo, que seria formado com porções da Bahia, Pernambuco, Alagoas e Sergipe;
  • Lampião podia até ser bastante temido por algumas pessoas, mas ainda assim, ela era um homem bem religioso. Ele tinha respeito pelos padres, em particular Cícero Romão Batista;
  • Na época não existia contrabando, mas isso não impedia que os cangaceiros tivessem armas. A maior parte do armamento deles eram adquiridos através de roubos. A mais usada era o rifle Winchester, de fabricação norte-americana;
Confira as melhores curiosidades sobre o Rei do Cangaço
  • Lampião é até hoje conhecido como o Rei do Cangaço, mas engana-se quem pensa que ele só se dedicava a isso. Bom, de fato ele a maior parte do seu tempo no cangaço e por lá, com o passar do tempo começou a ter a presença de mulheres. Quando essas mulheres ficavam grávidas, na hora de darem à luz, era Lampião quem realizava o procedimento;
  • Os cangaceiros consumiam álcool em grandes quantidades, sobretudo cachaça. Lampião preferia conhaque, mas não bebia muito;
  • Na época em que Lampião viveu, o Brasil não era como hoje, muito menos o Nordeste. Naquele tempo, os banhos eram escassos, principalmente nas épocas de seca e por isso o Rei do Cangaço usava bastante perfume;

Para finalizar:

  • Lampião usava várias estratégias para apagar sinais de sua passagem. Apagavam pegadas, caminhavam para trás de forma a ocultar a direção. Muitos soldados que o perseguiam acreditavam que o Rei do Cangaço tinha poderes sobrenaturais;
  • O Rei do Cangaço recebeu o apelido de Lampião por conta da sua habilidade de atirar rápido. Essa capacidade fazia com que os tiros iluminassem a noite, lembrando em muito um lampião.
Confira as melhores curiosidades sobre o Rei do Cangaço

Leia Também: Você precisa conhecer essas gírias nordestinas!

Bom, essas foram algumas das melhores curiosidades sobre o Rei do Cangaço, mas não acaba por aqui. Continue nos acompanhando, pois muito em breve voltaremos com posts relacionados a este assunto.

Gostou das curiosidades? Comenta aqui em baixo e não esquece de compartilhar esse post!

Advertisement. Scroll to continue reading.

Leia Mais

Curiosidades

Existem diversos animais domésticos espalhados pelo mundo e a maior parte deles, como bem sabemos são cães e gatos. Mas também sabemos que cuidar...

Curiosidades

No decorrer da história grandes invenções começaram a surgir, algumas que de certa forma mudaram as nossas vidas, outras que de fato pareciam ser...

Curiosidades

Todos os dias milhares de brasileiros enfrentam horas e mais horas de engarrafamento para chegar ao trabalho, ir à escola ou qualquer outra atividade...

Curiosidades

É muito comum que o universo chame a atenção de diversas pessoas, principalmente porque ele é infinito e sempre é protagonista de várias e...

Bizarro

Em um mundo tão vasto igual a esse que vivemos, é fácil de nos depararmos com qualquer tipo de coisa, sejam elas estranhas ou...

Curiosidades

Certamente você já ouviu falar bastante da ONU, a organização que reúne sempre os líderes mundiais. Costumamos ouvir bastante sobre ela principalmente nos jornais,...

Curiosidades

Todos nós sabemos a importância de cuidarmos da nossa aparência, não é mesmo? Bom, existem diversos salões de beleza espalhados por aí que podem...