Curiosidades

Por que algumas pessoas odeiam o sabor da cerveja?

Por que algumas pessoas odeiam o sabor da cerveja?

Embora a cerveja seja certamente uma das bebidas alcoólicas mais conhecidas e apreciadas ao redor do mundo, o seu sabor característico não consegue agradar a todos tão facilmente quanto outras bebidas semelhantes. De fato, algumas pessoas acabam desenvolvendo uma repulsa muito grande ao gosto relativamente amargo que a cerveja proporciona. Mas será que existe uma explicação científica por trás disso?

Apesar de muita gente achar que a resposta se resume apenas ao gosto de cada um, a aversão ao gosto da cerveja pode estar mais ligado à fatores genéticos, que influenciam a forma como os nossos cérebros processam o sabor amargo de alimentos e bebidas. Desse modo, podemos constatar que o gosto amargo da cerveja desencadeia a fiação evolutiva projetada para nos manter longe de alimentos e bebidas potencialmente perigosos, sendo que esse “alerta” pode ser mais forte em algumas pessoas do que em outras.

Os seres humanos evoluíram de tal forma que os nossos receptores de sabor amargo ficaram mais aguçados para a nossa própria segurança, ajudando a identificar alimentos venenosos que poderiam ser prejudiciais. Mas, obviamente, só porque algo tem um gosto amargo não significa automaticamente que ele vai te matar. Um estudo de 2017 publicado na revista Scientific Reports sugere que isso também tem uma relação com o número de papilas gustativas que cada pessoa tem em sua boca. Quanto mais papilas gustativas você tiver, maior a probabilidade de detestar cervejas. Essa bebida pode se destacar entre outras porque o seu sabor amargo é em grande parte proveniente do lúpulo em sua composição, diferente de outros alimentos onde o gosto amargo está mais ligado à outros fatores.

No entanto, é preciso destacar que os receptores amargos não são as únicas variantes em jogo. A carbonatação na cerveja ativa os nossos receptores “frios”, que são os mesmos receptores de temperatura que fazem com que a menta seja fria e o gosto de pimenta quente. Os receptores frios também têm variações genéticas, então, embora você não seja sensível ao gosto da cerveja, os receptores que são responsáveis pela captação da temperatura também podem fazer com que a bebida pareça pouco atraente para o seu paladar.

Você se considera um apreciador ou um crítico do sabor da cerveja? Compartilhe o seu comentário!

Leia Também: