Curiosidades

Agricultores africanos usam abelhas para manter os elefantes longe das plantações

Proteger as plantações contra a ação dos elefantes não é uma tarefa fácil para os agricultores africanos, pois na África os elefantes selvagens costumam andar livremente por quase todas as extensões das zonas rurais. Mas alguns pesquisadores britânicos que trabalham no Quênia fizeram uma descoberta muito interessante: esses grandes animais tem um medo natural de abelhas. Os zoólogos descobriram que os elefantes se afastam rapidamente só em ouvir o som de uma colmeia agitada, sendo que muitas vezes eles usam até um chamado especial para avisar o resto do rebanho que existem abelhas por perto.

Pensando nisso, a zoóloga Lucy King e seus colegas de Oxford levaram a ideia à uma conclusão lógica: a criação de uma cerca contendo colmeias. A chamada “beehive fence” (“cerca de colmeia” em português) foi implantada pela primeira vez como um teste em fazendas quenianas por uma organização de caridade que tem como objetivo salvar os elefantes da caça. As fazendas foram cercadas com nove colmeias penduradas sob pequenos telhados de palha ou alguma planta seca. Cada colmeia foi colocada a dez metros de distância e ficavam conectadas por arame. Depois de certo tempo, os pesquisadores descobriram que fazendas protegidas por colmeias tinham muito menos conflitos entre elefantes e humanos do que as fazendas desprotegidas.

Vale lembrar que os primeiros experimentos ocorreram em 2002 e atualmente a cerca de colmeias é um fenômeno crescente em países da África e da Ásia. As cercas são fáceis de fazer e usam apenas materiais de origem local, custando uma fração muito pequena em comparação com o custo das barreiras de concreto e cercas eletrificadas. Mesmo com as colmeias vazias, os elefantes têm medo de se aproximar delas, já que o cheiro das colmeias é mais que suficiente para afastá-los. As colmeias são conectadas por fios, de modo que, se um elefante tentar atravessar a barreira, o fio de interconexão sacode as colmeias e libera as abelhas, que certamente não medirão esforços para afugentar os invasores.

Os fazendeiros também se beneficiam com a presença das abelhas através da colheita e venda de mel. Além disso, o trabalho de polinização das abelhas pode aumentar a biodiversidade e até mesmo aumentar o rendimento das plantações que eles cultivam.

É importante destacar que os pesquisadores ainda não sabem ao certo porque os elefantes têm medo de abelhas, pois a pele desses animais é muito espessa para as abelhas causarem danos. No entanto, existem áreas onde as abelhas podem, de fato, picar os elefantes, como por exemplo na região ao redor dos olhos. É possível que os elefantes fujam das abelhas simplesmente para evitar essa experiência desagradável, mesmo com todo o seu corpo rígido e enorme.

Interessante, não é mesmo? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Você também pode gostar de