Curiosidades, História

Quem foi Tutancâmon?

Quando se fala nos antigos líderes egípcios, o nome “Tutancâmon” sempre vem à mente dos interessados pela história do Antigo Egito. Tutancâmon nasceu em aproximadamente 1341 a.C. e seu nome significa “a imagem viva de Áton”, que era o deus do sol egípcio. O pai de “Tut”, Aquenáton, era um faraó impopular conhecido por promover intolerâncias religiosas e adotar um regime corrupto. Muitos historiadores acreditam que ele foi forçado a abdicar do seu trono e morreu logo em seguida. Após um breve período de domínio por outros faraós, Tut, de 9 anos de idade, tornou-se o 12º rei da 18ª dinastia egípcia por volta de 1332 a.C.

Devido a sua pouca idade, os primeiros anos de Tutancâmon como faraó foram provavelmente guiados de perto por um assessor chamado Ay, assim como o principal comandante militar do Egito na época, Horemheb. Sob sua orientação, Tut reverteu muitas das mudanças impopulares do seu pai, incluindo o retorno do país ao culto tradicional de uma variedade de diferentes deuses, ao invés de apenas Áton. Pouco se sabe sobre o seu reinado, mas muitos estudiosos acreditam que Tut recebeu treinamento militar e tentou restabelecer relações com os vizinhos do Egito. Tutancâmon morreu aos 19 anos de idade por volta de 1323 a.C. e foi enterrado em uma tumba no Vale dos Reis, tendo o seu corpo totalmente mumificado, que era o meio tradicional de preservação na época. Após sua morte e sepultamento, Tut permaneceu praticamente desconhecido pela história, até que o seu túmulo foi descoberto em 1922.

Descoberta do túmulo de Tutancâmon.

Curiosamente, não foi o governo promovido por Tutancâmon que o deixou famoso, mas sim a descoberta da sua tumba. Os arqueólogos britânicos Howard Carter e George Herbert descobriram o túmulo de Tutancâmon no Vale dos Reis em 26 de novembro de 1922. A maior parte do conhecimento que sabemos sobre Tut surgiu desde então, quando diferentes cientistas examinaram e inspecionaram seu túmulo para encontrar objetos enterrados juntamente com ele. No entanto, novas descobertas ainda estão sendo feitas até hoje. À medida que novas tecnologias e técnicas científicas são desenvolvidas, os cientistas continuam a aplicar os métodos mais recentes ao túmulo de Tutancâmon para obter mais detalhes sobre a história do Antigo Egito.

Os arqueólogos também descobriram uma coleção espetacular de milhares de objetos ao longo dos anos, incluindo joias inestimáveis, móveis, brinquedos de infância, roupas, carruagens, armas, estátuas, bengalas e óleos. Eles também descobriram pinturas nas paredes da tumba que contavam partes da história de Tut. No entanto, a descoberta mais interessante realmente foi o corpo mumificado de Tutancâmon, preservado por mais de 3.000 anos dentro de um sarcófago de pedra que continha três caixões separados. Os pesquisadores acreditam que Tutancâmon sofria de uma doença óssea paralisante que o deixava fisicamente debilitado.

Recriação do que acredita-se ter sido a fisionomia de Tutancâmon.

Ou seja, apesar de não ter representado um dos reinados mais marcantes do Egito, Tutancâmon entrou para a história graças à descoberta do seu corpo relativamente bem conservado. Curiosamente, sua causa de morte permanece um mistério até hoje. Alguns acreditam que ele foi assassinado, enquanto outros acreditam que ele pode ter morrido em decorrência de infecções causadas pela malária.

E você, já tinha ouvido falar nesse antigo faraó? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Você também pode gostar de