Curiosidades

Quem foi Francisco Brennand?

A arte está espalhada por todo canto, grandes artistas se destacam nas mais diversas áreas. Existem alguns que entram para a história de uma cidade e deixam sua marca, outros ganham fama nacional e talvez até mundial. Hoje vamos conhecer um pouco sobre o artista recifense Francisco Brennand.

O britânico Edward Brennand chegou ao Brasil por volta de 1820 e foi o primeiro representante da família por aqui. Chegando em terras tupiniquins, Edward se hospedou em Maceió e por lá conheceu a Francisca de Paula Moura e tiveram um filho que colocaram o nome de Ricardo Monteiro Brennand. Ricardo mais tarde se casou com Francisca de Paula Cavalcanti, eles tiveram dois filhos: Ricardo de Almeida Brennand e Francisco de Paula Coimbra de almeida Brennand. Francisco Brennand começou sua carreira em 1942 e se tornou ceramicista, escultor, desenhista, pintor, tapeceiro, ilustrador e gravador (Uffa! Muita coisa, né?). Em 1949 o artista viajou para a França sob o incentivo do Cicero Dias, foi lá que ele conheceu as obras de Pablo Picasso e de Joán Miró. Em 1971, já no Brasil, Brennand começa a restaurar uma velha olaria que era do seu pai e transformou em um ateliê para expor suas obras feitas com cerâmica.

Brennand trabalha com a cerâmica não só a forma dela, mas a harmonia entre as cores para compor as esculturas. Suas obras estão espalhadas por várias partes do mundo, como por exemplo, no edifício sede da Bacardi (Miami). Suas obras são inconfundíveis e adotam um estilo único, Francisco Brennand apresenta em suas esculturas a forma de totens . Ele também gosta bastante de esculpir monstros, aves, criaturas assustadoras, serpentes e principalmente esculturas que tenham o caráter fortemente sexual.

Atualmente o artista possui no Recife um parque das esculturas e uma oficina de cerâmica que possui uma espécie de castelo com inúmeras obras, ambos são bastante visitados por turistas e principalmente pela população local que não se cansa de apreciar uma boa obra. Então, se você for passar pelo Recife, vale muito a pena conhecer e ver de perto o império artístico que o Brennand construiu.

Gostou do assunto de hoje? Comenta e compartilha esse post!

Leia Também: