Curiosidades

Por que as hienas vivem dando risada?

Por que as hienas vivem dando risada?

A vida na natureza selvagem pode ser bastante difícil. Na selva, as leis que predominam são a da batalha do predador contra a presa e a de matar ou ser morto. No entanto, as hienas parecem não se importar com essas adversidades da vida selvagem, afinal, esses animais parecem ficar rindo o tempo todo como se não houvesse motivo algum para preocupações. Mas por que elas apresentam esse comportamento?

Cientistas que estudaram hienas puderam comprovar que os sons produzidos pelas hienas não são realmente motivo de riso. De fato, as hienas até produzem ruídos que soam como gargalhadas, mas não é porque elas se divertem com qualquer coisa. Em vez disso, o “riso” de uma hiena é na verdade uma forma de comunicação usada para transmitir sensações como frustração, excitação ou medo. Na maioria das vezes, as pessoas podem escutar essa vocalização pra lá de curiosa durante uma caçada ou quando esses animais estão se alimentando de presas como um grupo.

O que soa como risos maníacos para os humanos é o que na verdade deixa outras hienas saberem que um dos outros membros de sua matilha matou uma presa ou foi atacado. O som também pode indicar frustração por parte de um animal mais jovem que ainda não recebeu a sua parte na caçada. Da mesma forma, o animal na posse da carne também pode “rir” como um aviso para os outros que não está pronto para compartilhar ainda.

Existem várias espécies de hienas, sendo que todas elas possuem uma variedade de vocalizações únicas. No entanto, apenas uma dessas espécies, a hiena-malhada (Crocuta crocuta), faz o som risonho que se tornou tão famoso. Os pesquisadores também descobriram que o tom da “risada” da hiena geralmente varia dependendo do seu status social.

Esses animais são matrilineares, o que significa que as fêmeas são dominantes e lideram o grupo. Existe uma competição intensa por comida dentro de uma matilha, sendo que os animais subordinados (geralmente os machos) tendem a “rir” com mais frequência com um tom mais agudo.

Interessante, não é mesmo? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Leia Também: