Curiosidades

Como são feitos os extintores de incêndio?

Como são feitos os extintores de incêndio?

Extintores estão presentes em todos os lugares públicos e são os responsáveis por salvar muitas vidas se utilizado da forma correta, assim contendo incêndios que poderiam ser catastróficos. Porém, uma dúvida fica em nossa mente… são feitos os extintores de incêndio?

Pois bem, os extintores de incêndio possuem agentes eficientes no momento de conter o fogo, sendo com eles carregados periodicamente e dentro do prazo de validade. Sua eficácia depende do material que está em combustão. São utilizados os seguintes componentes:

– Água pressurizada: Este é utilizado em materiais sólidos como borracha, papel, tecidos ou madeira, isso porque o fogo é apagado por resfriamento.

– NAF: Esta é a melhor opção caso você precise apagar fogo em uma área com equipamentos eletrônicos. É um Agente Limpo e não residual, sua toxicidade é baixa e ele não prejudica a camada de ozônio. Sua eficiência está no fato de não conduzir energia elétrica.

– Bicarbonato de Sódio: Este é o popular Pó Químico BC e deve ser usado para extinguir o fogo em líquidos e gases inflamáveis, também funciona em equipamentos elétricos.

– Halon: O Halon foi banido pelo Protocolo de Montreal em função de ser nocivo a camada de ozônio, porém era útil para apagar incêndios elétricos – hoje é substituído pelo NAF.

– Fosfato monoamônico: Pó ABC que serve para apagar fogo causado por incêndios de sólidos, eletricidade, líquidos e gases.

– Dióxido de Carbono: Bastante comum, seu papel é retirar o oxigênio daquele espaço e assim conter o fogo. Deve ser usando em incêndios causados por líquidos e gases como a gasolina, por exemplo. Materiais que talvez conduzam corrente elétrica também se encaixam em sua efetividade.

– Espuma: Este não precisa de grandes informações e é usado em incêndios sólidos e líquidos.

Tenha sempre perto de você um manual para saber qual é o extintor ideal em cada caso, assim mantendo-se sempre seguro! Gostou? Comente!

Leia Também: