Curiosidades

Conheça a espetacular agricultura orgânica no deserto de Wadi Rum

O vale de Wadi Rum, no sul da Jordânia e próximo da fronteira com a Arábia Saudita, tem uma paisagem tão estranha que costuma ser apelidado de “Vale da Lua”. Montanhas de granito e arenito se erguem ao lado de vales cheios de areia vermelha com uma série de desfiladeiros estreitos, arcos naturais e falésias por uma área de 720 km². A área é naturalmente árida, recebendo pouquíssimas chuvas e suportando apenas uma vegetação esparsa, o que em tese tornaria o cultivo de alimentos uma tarefa muito difícil nesse local. Mas por incrível que pareça, os beduínos que vivem na região de Wadi Rum passaram a se envolver em projetos agrícolas bem peculiares que estão começando a ter sucesso.

O deserto de Wadi Rum é o local da maior fazenda mista da Jordânia, a Rum Farm. A fazenda foi criada em 1986, no meio do deserto de Wadi Rum em uma área correspondente a 2.000 hectares de terra. Embora pareça uma estranha escolha de localização, ela começa a fazer sentido quando você descobre que debaixo do deserto de Wadi Rum existe um grande aquífero. De fato, grande parte do suprimento de água do deserto depende dessa única fonte de água.

A Rum Farm é especializada no cultivo de produtos de campo aberto como grãos, berinjelas, repolho, figos, romãs, batatas, abóboras, tomates e outros vegetais. As plantações da Rum Farm Organics estão sendo cultivadas com o uso de técnicas especiais de irrigação e métodos de agricultura que são usados desde os tempos antigos por povos como os antigos egípcios e os nabateus.

A água é retirada do aquífero subterrâneo, de 30 a 400 metros de profundidade, e é posteriormente irrigada em 78 hectares de campos circulares, usando uma rampa de giro com bicos de irrigação. Túneis de plástico especiais também são usados ​​para ajudar a conservar a água e a lidar com as temperaturas extremas no deserto. Para se ter uma ideia, as técnicas agrícolas da fazenda são tão bem-sucedidas que ela é responsável por produzir uma grande parte do suprimento de comida da Jordânia. Tudo isso no meio de um imenso deserto.

Muito interessante, não é mesmo? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Você também pode gostar de