Curiosidades

Coca-Cola já teve Cocaína?

Já parou para pensar em porquê a Coca-Cola tem este nome? Será que a cocaína já fez parte de sua fórmula? É o que iremos descobrir!

Como bem sabemos a Coca-Cola é um invento do farmacêutico John Pemberton em Atlanta, EUA, assim que terminou a Guerra Civil americanaç. Ele estava retornando da guerra e desejava uma vida melhor, então começou a criar produtos que infelizmente não conseguia vender. Isso até conhecer o contador Frank Robinson que conseguiu mudar o quadro e se tornaram sócios. O primeiro produto foi lançado em 1884 e se chamava Pemberton’s French Wine Coca e era anunciado como uma bebida revigorante para o cérebro e tônica para os nervos.

Em sua receita havia folha de coca (HAHÁ! Mas espere que ai vem mais história), grãos de noz-de-cola e álcool. Porém, na época o puritanismo religioso estava em alta e ninguém queria ingerir bebidas alcoolizadas, isso fez com que todos os estabelecimentos que vendiam a substância fossem fechados. Foi em função desta adversidade que em 8 de maio de 1886 foi lançada a primeira Coca-Cola que utilizou-se de sua própria caligrafia para o logotipo. A bebida consistia em um xarope com água com gás que era servido em copos de vidro misturados na hora de servir.

Infelizmente em 1888 Pemberton precisou vender sua fórmula para Robinson em função de problemas financeiros e saúde, ele acabou falecendo naquele mesmo ano. Por sua vez, Robinson decidiu não continuar sozinho e vendeu a fórmula para Asa Griggs Candler, um farmacêutico que continuou o império, registrou a marca e continuou a vender o xarope ao qual tinha a fórmula. Xarope este que possuía 9 mg de cocaína POR COPO com o objetivo ‘de leve’ de viciar os consumidores. Este hábito causou grandes problemas em Portugal em 1928 quando o diretor de Saúde de Lisboa Ricardo Jorge apreendeu todo o produto pois, caso tivesse cocaína, não deveria ser comercializado. Agora, caso não tivesse, o nome deveria ser mudado já que seria praticamente uma propaganda enganosa.

Bizarro, não é mesmo? Comente!

Você também pode gostar de