Curiosidades, História

Ludolph van Ceulen: Matemático possui o número Pi gravado no túmulo

Ludolph van Ceulen: Matemático possui o número Pi gravado no túmulo

Existem conquistas que precisam ser registradas e a de Ludolph van Ceulen foi marcada em seu próprio túmulo! Vamos conhecer esta história.

Ludolph van Ceulen nasceu em Hildesheim no dia 28 de janeiro de 1560, durante toda a vida foi um matemático brilhante e passou 30 anos trabalhando com o número irracional Pi. Para ser mais específica, ele buscava aperfeiçoar a forma de cálculo no número. Até então o maior número de casas decimais foi descoberto no século XV pelo matemático árabe Jamshid Masud Al-Kashi, conquistando 16 casas após a vírgula (3,1415926535897932).

Entretanto, van Ceulen no final do século XVI, mais especificamente em 1596, conseguiu dobrar o número, chegando a 35 casas decimais, começando pelo polígono de 15 lados e o dobrando em 37 vezes, na sequência aumentando o número de lados. Como resultado, tivemos o número 3,14159265358979323846264338327950288.

Monumento réplica do Túmulo em Pieterskerk (Leiden)

É claro, hoje já se tem o número Pi até a tricentésima casa decimal, trazendo ao mundo um número absurdamente longo e quase impossível de ser decorado, porém para o século XVI este foi um avanço imenso! Sua esposa ficou tão orgulhosa do feito que quando Ludolph van Ceulen faleceu em 31 de dezembro de 1610 aos 70 anos, ela mandou gravar o número com as 35 casas decimais em seu túmulo, assim mostrando a todos sua conquista em vida. Infelizmente, o túmulo foi perdido no século XVII, porém foi feito um monumento em sua homenagem com uma réplica do túmulo.

Legal,  não é mesmo? Comente!

Leia Também: