Curiosidades

Qual a diferença entre tração 4WD e tração AWD?

Qual a diferença entre tração 4WD e tração AWD?

Quando se trata de comprar um carro novo, uma das perguntas mais comuns que o vendedor da concessionária pode fazer é se você quer um veículo que tenha tração nas quatro rodas ou tração integral. Esses dois sistemas são chamados de “sistemas de tração” e determinam como e quando o torque é fornecido às rodas do automóvel. A escolha do sistema correto para o uso do veículo é importante, pois cada um terá um desempenho diferente em vários tipos de terrenos. Neste post, vamos explorar as diferenças entre os veículos de tração nas quatro rodas (4WD) e os veículos de tração integral (AWD), apontando também qual deles você deve comprar com base nas suas necessidades e quais são os prós e contras de cada um.

Entendendo a tração nas quatro rodas (4WD)

Em primeiro lugar, a tração nas quatro rodas (4WD) geralmente consiste em um modo manual que você deve selecionar e ativar pressionando um botão, puxando uma alavanca ou girando um disco. Quando você seleciona o modo 4WD, a energia do trem de força é dividida igualmente entre os eixos dianteiro e traseiro, garantindo que o veículo não gire ou fique preso na estrada. Quando a energia é dividida igualmente entre os eixos dianteiro e traseiro, os pneus continuam girando na mesma velocidade. Além disso, alguns desses sistemas terão o que é chamado de “eixos de bloqueio”, que mantêm todas as quatro rodas em um movimento giratório independentemente de contarem com tração naquele momento ou não. Isto é o que permite que caminhões e SUVs off-road mantenham a tração no solo ainda que um ou dois dos seus pneus não toquem o chão em terrenos mais acidentados.

Entendendo a tração integral (AWD)

Por outro lado, um sistema de tração em tempo integral (AWD) sempre estará acionado, alternando automaticamente entre o modo de tração nas rodas que mais precisam de torque naquele momento. Em outras palavras, um veículo que conta com um sistema AWD nunca exigirá que o motorista ative um modo, pois o sistema entrará em ação automaticamente assim que enfrentar condições inesperadas em estradas desafiadoras. Além disso, como o sistema de tração nas quatro rodas está continuamente recebendo algum tipo de feedback dos pneus, a faixa de potência entre os eixos dianteiro e traseiro nem sempre será dividida uniformemente. Em vez disso, o sistema enviará a maior potência às rodas que precisam de mais tração.

Prós e contras de cada um

Nos carros AWD, você terá um maior controle e aderência em condições de estrada cujas características são pouco conhecidas, o que pode torná-lo mais confiável, já que é controlado com um computador e sensores que consequentemente lhe darão mais esportividade e tração em uma variedade maior de veículos. Do outro lado, os pontos positivos para os carros 4WD incluem dar a você a melhor tração em condições fora de estrada, além de serem duráveis, robustos e bastante eficientes em termos de combustível, pois podem ser desligados quando não são mais necessários. No entanto, a tração nas quatro rodas não é adequada para todas as condições de condução e podem até ser instáveis em pistas muito bem pavimentadas, já que a sua função principal é o uso em pistas mais adversas. Além disso, esse sistema adiciona mais peso e complexidade ao veículo. Quanto aos sistemas de tração na integral, eles podem não ser muito adequados para pistas com condições extremas e geralmente não são tão bons em economizar combustível.

Qual devo comprar?

Se você está planejando comprar um carro para enfrentar terrenos muito acidentados e instáveis, recomenda-se dar preferência a um veículo com tração nas quatro rodas (4WD). No entanto, se você passa a maior parte do tempo em uma área urbanizada e apenas quer um carro mais forte para enfrentar estradas com más condições uma vez ou outra, experimente usar um veículo com sistema de tração integral (AWD).

Sabia dessa? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Leia Também: