Curiosidades

6 coisas que você não sabia sobre a BMW

6 coisas que você não sabia sobre a BMW

Não é preciso ser nenhum grande especialista em carros para saber que a BMW é uma marca bem estabelecida na indústria automobilística e é possivelmente uma das mais famosas fabricantes alemãs quando o assunto é carros luxuosos. De fato, a BMW tornou-se símbolo de veículos de alto desempenho que são sofisticados na aparência e confortáveis na hora de dirigir.

Mas enquanto muitas marcas de carros de luxo simplesmente focam apenas no mercado mais sofisticado, a BMW fabrica uma ampla gama de veículos, alguns voltados até para mercados relativamente mais acessíveis.

No entanto, embora a maioria das pessoas conheça esta empresa devido à sua longa história e ao elevado número de carros que ela já produziu, nem todos sabem detalhes específicos sobre essa montadora alemã e os veículos que ela já criou ao longo de anos. Com isto em mente, aqui estão listados alguns fatos interessantes que você talvez não conheça sobre a BMW. Confira!

6. A empresa foi fundada em 1916

Em 1916, Franz Joseph Popp, Karl Rapp e Camillo Castiglioni fundaram a empresa com sede em Munique, na Alemanha. Eles inicialmente chamaram a empresa de Bayerische Motoren Werke (“Fábrica de Motores da Baviera” em português), que mais tarde foi encurtada para simplesmente “BMW”. De fato, este foi um movimento sensato, já que o nome original é muito difícil de ser pronunciado por aqueles que não são nativos da Alemanha.

5. Originalmente, ela era uma fabricante de motores para aeronaves

Embora a BMW seja mais conhecida nos dias atuais por produzir carros, esse não era o objetivo original da empresa. Na verdade, a BMW nasceu focada na produção de motores para aviões! Vale destacar que, quando a empresa foi fundada, acontecia a Primeira Guerra Mundial. Nessa época, havia uma enorme demanda pela fabricação de motores para aviões de guerra. A Rapp Motor e a Otto Werke se fundiram para criar uma empresa de fabricação de aviões, de modo que seus motores de aeronaves tornaram-se conhecidos pelo ótimo desempenho em altitudes elevadas e pela excelente eficiência de combustível.

Como os aviões de guerra estavam em alta demanda pelos militares alemães, a BMW foi forçada a expandir seus negócios a um ritmo rápido para acompanhar a demanda. Os mais bem-sucedidos projetos de motores para aviões produzidos na época da Segunda Guerra Mundial foram o BMW 132 e o BMW 801. O turbojato de fluxo axial BMW 003 também foi um de seus motores pioneiros. A BMW continuou a fabricar motores de avião até 1945.

4. O Tratado de Versalhes foi a principal razão pela qual a BMW começou a fabricar carros

Por incrível que pareça, o Tratado de Versalhes foi o grande responsável pelo início da fabricação de carros por parte da BMW. Para entender isso melhor, é preciso destacar que, como citado anteriormente, a empresa havia se especializado na produção de motores de avião durante a Primeira Guerra Mundial.

O problema foi que, após a guerra, os termos do Tratado de Versalhes acabaram proibindo as empresas alemãs de produzir tanto os aviões de guerra quanto os motores para essas aeronaves. Por essa razão, a BMW foi forçada a diversificar seus produtos para permanecer nos negócios.

Originalmente, eles mudaram seu foco para motocicletas antes de começar a produção de carros em 1929. Ou seja, é interessante imaginar que, se não fosse pela Primeira Guerra Mundial, a história da montadora seria completamente diferente.

3. Seu primeiro carro foi o Dixi

Desde que a empresa foi fundada, ela já chegou a produzir muitos modelos diferentes de carros, mas tudo começou com o simples “Dixi”, o primeiro veículo da marca. Quando a BMW mudou o seu foco para a indústria automobilística, ela também comprou a Automobilwerk Eisenach, mais especificamente em 1928. Isso deu à empresa o direito de construir o carro Dixi, que por sua vez era um projeto em desenvolvimento da marca adquirida.

Quando o carro foi produzido pela primeira vez, os diretores da empresa nomearam o veículo oficialmente como BMW Dixi. Em 1929, o nome Dixi foi retirado do carro e um modelo atualizado foi feito, dando origem ao chamado BMW 3/15 DA-2. O mais curioso disso tudo é que, embora o Dixi tenha sido o primeiro carro da fabricante, ele não era um projeto 100 % original nem mesmo da antiga Automobilwerk Eisenach. Isso porque o carro era, na prática, um Austin inglês que também havia sido construído no Japão como um Datsun e nos EUA como um Bantum.

2. As cores usadas no logotipo representam a Baviera

O logotipo da BMW é facilmente reconhecível. Ele consiste em um círculo preto com o interior dividido em seções de azul e branco. Muitas pessoas acreditam que o logotipo representa uma hélice giratória, mas esse não é realmente o caso. Na verdade, o interior do logotipo e as suas respectivas cores foram escolhidas para representar as cores da Baviera, que é o estado alemão onde a sede principal da BMW está localizada.

De fato, azul e branco são as cores tradicionais da Baviera, mas o estado não foi a única inspiração para a produção dos detalhes do logotipo da marca, já que o design escolhido já fazia parte do logotipo original da empresa Rapp Motor, que estava envolvida na fundação da BMW. Portanto, o logotipo também serviu como uma importante homenagem a eles e ao papel que desempenharam na criação da BMW, enquanto as cores representam o orgulho da empresa em ser nativa da Baviera.

1. A BMW já esteve perto de ser adquirida pela Mercedes

Durante um período difícil na história da BMW na década de 1950, a empresa quase foi adquirida pela Mercedes. De fato, a BMW quase faliu em 1959 e uma das razões para isso foi a Guerra Fria. A Daimler-Benz, empresa controladora da Mercedes, tentou uma aquisição hostil da BMW.

No entanto, os acionistas da empresa da Baviera lutaram contra a aquisição e montaram um “contra-ataque comercial” ao comprar de volta as ações que haviam sido vendidas. Por causa da longa rivalidade entre ambas as fabricantes, essa tentativa frustada de aquisição ainda é considerada um dos destaques da guerra comercial entre as empresas.

E você, já conhecia a história dessa famosa fabricante de automóveis? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Leia Também: