Curiosidades, Entretenimento

7 filmes de terror que se passam em florestas

7 filmes de terror que se passam em florestas

No mundo dos filmes de terror, poucas coisas conseguem deixar o público tão apreensivo como galhos retorcidos, pilhas de folhas caídas estalando levemente à brisa e longas faixas de folhagens que parecem esconder um mundo de segredos agourentos. De fato, parecem que sempre existem certas características obscuras nas florestas que realmente atraem as massas amantes do gênero do terror.

Com seus sons ambientes pra lá de sinistros e paisagens imprevisíveis, as florestas costumam servir como cenário de alguns dos filmes de terror mais populares, desde clássicos do gênero dos anos 80 até as produções mais recentes. Além disso, por permitir o desenvolvimento de várias histórias diferentes, bosques e florestas se tornaram algumas das ambientações mais “queridinhas” dos roteiristas e diretores que adoram criar produções assustadoras.

Aproveitando que o Halloween está se aproximando, resolvemos listar sete filmes de terror que se passam em florestas. Se você estava procurando uma desculpa para nunca mais acampar no mato, certamente acabou de encontrar o que buscava. Confira!

7. Uma Noite Alucinante: A Morte do Demônio (1981)

Muita gente acredita que dormir em florestas não é lá uma boa ideia, não é mesmo? Pois bem, o primeiro filme da trilogia inovadora de Sam Raimi, “Uma Noite Alucinante: A Morte do Demônio” prova que não só você nunca deve dormir em florestas, como também não deve ler livros antigos nesses locais.

Esse clássico filme sobrenatural, originalmente lançado em 1981 e recriado em 2013, gira em torno de cinco amigos da faculdade (por que sempre são amigos da faculdade?) que encontram um livro antigo e acabam liberando um grupo de espíritos malignos ao lê-lo em voz alta. Um derramamento de sangue indescritível se segue ao longo da trama, promovendo uma experiência bem inquietante.

6. Mama (2013)

Duas crianças sendo finalmente encontradas após ficarem vários anos desaparecidas deveria ser uma ocasião feliz e emocionante, certo? Bem, não necessariamente se estivermos falando do filme “Mama”, lançado em 2013. Na trama, as irmãs Lilly e Victoria desaparecem em uma floresta após a morte de seus pais. Cinco anos depois, as meninas são encontradas vivas em uma cabana em decomposição, de modo que seus tios as recebem alegremente em sua casa.

No entanto, o que não é bem-vindo é a força misteriosa que parece segui-las desde quando ambas ainda estavam na floresta, uma entidade desconhecida que elas ainda chamam de “mamãe”. O resto da trama gira em torno da dúvida quem é a tal mamãe e se ela é mesmo uma pessoa real. O problema é que apenas a floresta de características sinistras parece ter as respostas para essas questões.

5. A Bruxa (2015)

Retratando a Nova Inglaterra do século XVII, o filme “A Bruxa” segue uma família puritana que entra em pânico e desespero após o desaparecimento de um filho recém-nascido, chamado Samuel. O que se segue é uma série de sustos, aplicação de culpas e, é claro, assassinatos que invocam uma grande ansiedade nos espectadores.

O filme teve sua estreia mundial no Festival Sundance de Cinema de 2015 e conseguiu agregar avaliações majoritariamente positivas, principalmente por apresentar um terror de construção lenta que deixa os espectadores apreensivos pouco a pouco.

4. O Segredo da Cabana (2012)

Em alguns casos, os melhores filmes de terror são aqueles que zombam não apenas de si mesmos, mas do gênero que eles representam. No caso de “O Segredo da Cabana”, o diretor novato Drew Goddard equilibrou habilmente os sustos inesperados das tramas ambientadas em florestas com as armadilhas que se tornam previsíveis ao usar esse modelo com tanta frequência.

“Uma das minhas coisas favoritas sobre o gênero de terror em particular é que não há gênero melhor para fazer comentários sociais sem parecer muito pretensioso”, disse Goddard ao The Hollywood Reporter em 2012. De fato, o filme consegue apresentar boas reviravoltas mesmo com um enredo relativamente simples, que gira em torno de cinco amigos universitários que decidem passar um fim de semana em uma remota cabana no meio de uma floresta.

3. A Bruxa de Blair (1999)

Além de ser um filme que é amplamente considerado o pioneiro nas produções focadas em “gravações perdidas”, o longa-metragem “A Bruxa de Blair” colocou a floresta diretamente no papel de antagonista da trama. Com a técnica apresentada, o filme também faz com que os espectadores sintam cada cena de uma maneira mais visceral do que tudo o que já havia sido filmado antes.

Seja por conta dos assustadores estalos inexplicáveis de folhas do lado de fora da tenda dos personagens durante a noite ou pelo o som dos ventos no meio do nada, o espectador acaba sentindo-se apreensivo ao ver os personagens tentando sobreviver em total desespero. No fim das contas, “A Bruxa de Blair” tornou-se um clássico ao deixar muitas pessoas assustadas em pleno fim dos anos 90.

2. O Ritual (2017)

Se você até gostou de “A Bruxa de Blair”, mas não curtiu o trabalho de câmera nauseante, saiba que o filme “O Ritual”, de David Bruckner, pode ser a aventura que você está procurando. Filmado em uma floresta na Suécia, esse filme de terror psicológico segue quatro jovens que se reúnem para uma caminhada pelos campos escandinavos após a morte súbita e violenta de um amigo.

Ao longo da trama, eles logo percebem que tal jornada não é uma simples reunião amigável, muito pelo contrário, pois acabam encontrando uma divindade malévola que os obriga a enfrentar a escuridão dentro de si mesmos.

1. Sexta-Feira 13 (1980)

Que lugar seria melhor para montar um acampamento do que uma floresta com um vasto histórico de homicídios, não é mesmo? Este slasher lançado no ano de 1980 e capaz de agitar o estômago de qualquer ser humano conseguiu agregar uma enorme base de fãs ao longo dos anos, tornando o vilão Jason Voorhees um dos personagens de terror mais emblemáticos da história do gênero.

Um dos fatos mais interessante sobre “Sexta-Feira 13” é que este filme teve um orçamento relativamente baixo de aproximadamente 500 mil dólares, mas se tornou um grande sucesso nas bilheterias ao lucrar 39.754.601 dólares ao redor do mundo. Outro fato que merece destaque é que esse longa-metragem recebeu opiniões majoritariamente negativas dos críticos de cinema, mas foi um grande sucesso entre o público.

E você, já conferiu algum dos filmes listados aqui? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Leia Também: