Curiosidades

Os tênis de corrida realmente melhoram o desempenho dos corredores?

Os tênis de corrida realmente melhoram o desempenho dos corredores?

Todo atleta profissional (e muitos amadores) busca maneiras de melhorar seu desempenho. No mundo dos esportes competitivos, obter uma vantagem pode surgir de muitas formas diferentes, como aumentar seus limites de resistência, adotar uma abordagem mais profunda em questões de saúde e bem-estar e se dedicar a um objetivo único. Além de tudo isso, certos equipamentos para melhorar o desempenho, que variam de roupas específicas a tênis de corrida, também ganharam popularidade nos últimos anos.

Canecas para Presente

Os tênis de corrida, em particular, costumam ser um tópico importante dessa discussão, já que muitas pessoas começam a correr como uma forma primária de exercício. De fato, a indústria global dos tênis de corrida movimenta uma economia de US $ 13,1 bilhões, o que comprova que existe claramente uma crença forte e duradoura na suposta capacidade dos calçados especializados de melhorar ou aprimorar o desempenho de um corredor.

Mas, afinal de contas, será que os tênis de corrida, especialmente aqueles mais caros, realmente valem a pena? E quais melhorias no desempenho os tênis de corrida realmente podem oferecer? São essas as questões que vamos abordar ao longo desse post!

Como surgiram os tênis específicos para corrida?

Embora os tênis básicos já existam há muitos anos, os tênis de corrida são um fenômeno relativamente novo, tendo sido criados em meados século XIX. Naquela época, os tênis de corrida eram essencialmente sapatos normais com uma sola de borracha (para melhorar o amortecimento e o salto) ou pinos de metal (para melhorar a aderência e a velocidade) ligadas à forma normal. Esses modelos rudimentares eram feitos por homens que fundaram empresas que existem até hoje, como Reebok e Dunlop.

No entanto, foi só na década de 1890 (quando a borracha se tornou um material mais amplamente utilizado e mais flexível) que e os sapatos passaram a ser feitos com uma sola de borracha mais confortável. Na prática, isso permitiu a criação de sapatos mais leves, que consequentemente poderiam ser modelados de várias maneiras e usados ​​com muito mais delicadeza.

Na década de 1920, o tênis de corrida moderno nasceu através dos trabalhos do sapateiro alemão Adolf Dassler, que anos mais tarde fundaria a Adidas com seu irmão Adi. Combinando um corpo mais fino e mais flexível, incluindo palmilha, espigões patenteados e uma sola de borracha durável, esses sapatos receberam um grande destaque na corrida de 800 metros nas Olimpíadas de 1928.

O resto do século XX viu um aumento na competição e uma maior demanda por tênis de corrida confortáveis ​​e funcionais. A Nike entrou em cena na década de 1970 e rapidamente se tornou um grande nome no mercado com uma ampla variedade de tecnologias e materiais de palmilhas diferentes, como silicone e até bolsas de ar, que supostamente absorviam melhor o choque do impacto dos pés com o chão, resultando em menos fadiga muscular e tensão nos corredores.

O que os tênis de corrida fazem na prática?

Em teoria, os tênis de corrida fazem a mesma coisa que os tênis normais: proteger as solas dos pés e dar suporte às articulações. No entanto, existe um certo senso comum de que eles também melhoram a nossa capacidade de movimento e ajudam a minimizar a perda de energia ao fornecer proteção adicional. Assim, nós tendemos a acreditar que existe um tênis de corrida perfeito por aí que poderá aumentar nossa velocidade e levar nossas habilidades para um outro nível, o que nem sempre é o caso.

O tênis de corrida até podem fornecer uma enorme variedade de níveis de amortecimento, assim como variações na altura do arco do sapato, o que promove um melhor apoio do arco natural do pé. Os tênis de corrida também podem ter diferentes alturas de calcanhar, de modo que todos esses fatores e suas conveniências dependem das preferências pessoais e da forma do corpo individual de cada corredor.

No entanto, ainda há quem afirme que os tênis de corrida não reduzem ferimentos e nem diminuem a intensidade do impacto. Mas o que mais chama a atenção é que a ciência por trás dessas alegações (de ambos os lados) podem ser um tanto complexas, isso porque os tênis de corrida e a cultura que o rodeia contêm certos equívocos. Na prática, esses sapatos não são apenas ferramentas funcionais, mas também itens de status da moda, de modo que seu objetivo inicial é frequentemente conflituoso com o segundo.

No entanto, como esse é um setor que vale mais de US $ 13 bilhões, as pessoas certamente devem estar vendo alguma melhoria em questões de desempenho e conforto. Hoje, o maior benefício dos tênis de corrida é a infinidade de personalizações. Com milhares de opções diferentes no mercado, fica muito mais fácil encontrar um sapato verdadeiramente perfeito para as necessidades e orçamento de cada pessoa.

Uma palavra final

O ritmo do desenvolvimento dos tênis de corrida sempre foi consistente, mas as coisas ase intensificaram no século XXI, com sapatos personalizados em impressão 3D projetados para todos os tipos de pés. De certo modo, até mesmo algumas variedades minimalistas que servem essencialmente como uma segunda meia para o pé passaram a ganhar espaço. Cada um desses avanços e variedades promete algum tipo de melhoria, vantagem ou maior nível de proteção, mas o debate sobre os seus verdadeiros efeitos ainda gera discussões interessantes.

É importante deixar claro que, ao longo da história dos tênis de corrida, pequenas melhorias no conforto, na forma e nos materiais realmente permitiram que os atletas obtivessem um desempenho mais eficaz e seguro. No entanto, em termos de aumento da velocidade real, a grande maioria dos tênis de corrida serve apenas como uma ferramenta para estimular o próprio potencial do atleta.

De fato, somente nos anos mais recentes os tênis de corrida passaram a proporcionar uma melhoria realmente mensurável no desempenho dos corredores. Por isso, é importante destacar que o que acontecerá no futuro ainda é uma incógnita, mas até lá, a maneira mais eficaz de aumentar a velocidade é continuar treinando e se esforçando para conseguir atingir os objetivos. O melhor tênis para alcançar isso é sempre você quem decide!

E você, já utilizou algum tênis específico para corrida? Percebeu alguma melhora no seu desempenho? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Leia Também: