Curiosidades, Especial, Notícias, Saúde

Anvisa aprova venda de produtos à base de Cannabis em farmácias

Anvisa aprova venda de produtos à base de Cannabis em farmácias

Todos nós seres humanos necessitamos de medicação em algum momento das nossas vidas, essas medicações são fabricadas e podem ser encontradas nas diversas farmácias que existem espalhadas pelo mundo. Os medicamentos precisam ser receitados pelos médicos, como bem sabemos, mas aqui no Brasil para ele estar à venda, é necessário ter a liberação da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Por vários e vários anos muito se debateu sobre o uso medicinal da Cannabis, ou maconha como é popularmente conhecida. Hoje a Anvisa aprovou a regulamentação de produtos à base de Cannabis nas farmácias e vamos falar sobre o assunto agora mesmo.

Anvisa aprova venda de produtos à base de Cannabis em farmácias

Cannabis

A Cannabis é um tipo de erva o tipo anual (que germina, cresce e morre no período de um ano) que cresce gradualmente até um máximo de cerca de treze folíolos por folha, geralmente possui sete ou nove. Popularmente conhecida como maconha, o principal constituinte psicoativo desse tipo de planta é o THC (tetrahidrocanabinol) que é um dos 400 componentes dela.

Nos últimos tempo a Cannabis tem sido utilizada  utilizada para a fabricação de fibras, para sementes e óleos de sementes e principalmente para fins medicinais e como droga psicoativa. Como bem sabemos, o uso desse tipo de planta é ilegal em diversas partes do mundo.

Anvisa aprova venda de produtos à base de Cannabis em farmácias

Efeitos da Cannabis

A Cannabis causa alguns efeitos psicoativos e fisiológicos quando é consumida, entre eles está o relaxamento e a leve euforia, além de efeitos colaterais como a diminuição passageira na memória de curto prazo, boca seca, habilidades motoras levemente debilitadas e vermelhidão dos olhos.

O tempo dos efeitos depende muito do modo na qual a planta é utilizada, caso seja fumada, o THC vai diretamente para o cérebro e o efeito dura em torno de 5 horas. Caso seja ingerida, o efeito demora cerca de 1 hora para aparecer e dura aproximadamente por 12 horas.

Anvisa aprova venda de produtos à base de Cannabis em farmácias

Liberação Para Uso Medicinal

Nesta terça a Anvisa aprovou por unanimidade a regulamentação do registro e da venda de medicamentos à base de Cannabis em todas as farmácias e drogarias do Brasil. Dentro de 90 dias a norma já entrará em vigor e segundo a própria Anvisa, isso deve melhorar a vida de cerca de 13 milhões de pacientes que necessitam desse tipo de medicamento.

O cultivo da planta em território brasileiro foi rejeitado, assim os fabricantes que desejarem importar o substrato da Cannabis para a fabricação do medicamento deverão comprar matéria-prima estrangeira semielaborada, e não da planta ou parte dela.

Anvisa aprova venda de produtos à base de Cannabis em farmácias

Antes da decisão, os pacientes que necessitavam desse tipo de medicamento precisavam da autorização para a importação do mesmo, já que as farmácias não podiam vendê-lo mesmo que fosse produzido pela indústria internacional. A expectativa é que os produtos cheguem às prateleiras ainda no início de 2020.

Os produtos só poderão ser vendidos sob prescrição médica, além disso, a embalagem deles deve informar a concentração dos principais canabinoides presentes na formulação, dentre eles o CBD e o THC, porém somente a concentração de THC é levada em conta para a classificação dos rótulos.

Anvisa aprova venda de produtos à base de Cannabis em farmácias

Além de tudo isso, os rótulos desses produtos devem conter a frase “Venda sobre prescrição médica”, seguida de seguida de “Só pode ser vendido com retenção de receita no caso de produtos com menos de 0,2% de THC” ou da frase “Uso desse produto pode causar dependência física ou psíquica no caso de concentrações superiores a 0,2%”.

Gostou da matéria? Comenta aqui em baixo e não esquece de compartilhar esse post!

Leia Também: