Notícias

Sumiço de dinheiro na Moldávia poderá falir todo o país

Parece coisa de filme, mas não é. Inexplicavelmente, 12% do PIB da Moldávia, pequeno país entre a Romênia e Ucrânia, simplesmente desapareceu. No dia 30 de novembro de 2014, três dos maiores bancos do país declararam estar super endividados. Recentemente a “dívida” foi calculada em 3 bilhões de reais, o que provavelmente levará o pais inteiro a quebrar. O que mais intriga é que as dívidas resultam de misteriosos empréstimos feitos a pessoas fantasmas, ou seja, ninguém sabe para onde o dinheiro foi transferido. Para segurar as três instituições e o país todo, o governo injetou US$ 870 milhões.

moldavia-tricurioso

Os bancos envolvidos são Banca de Economii, Unibank e Banca Sociala. Até o momento o jovem IIan Shor, de apenas 28 anos, está sendo investigado, mesmo com pouca idade o jovem já figura entre os maiores empresários do pais. A consultoria diz que o grupo do rapaz seria um dos, senão único, beneficiados da movimentação bancária citada no inicio dessa matéria.

Vale informar que, em 2012 e 2014 o jovem Shor adquiriu o controle sobre os três bancos envolvidos. Mesmo que as investigações apontem um possível culpado, o retorno do dinheiro não será nem um pouco fácil, pois os registros das transações foram eliminados dos sistemas bancários, ou seja, provavelmente jamais será possível localizar o dinheiro.

tricurioso-moldavia-roubo-pib

Devido a este rombo, o país aumentou sua dívida para US$ 1,7 bilhão e sua moeda se desvalorizou 42% desde novembro de 2014. Pirkka Tapiol, representante da União Europeia na Moldávia está perplexo, já que diz não ser possível que um valor tão alto suma dessa forma.

Pensou que só no Brasil isso acontecia? Pelo jeito estávamos enganados…

Leia Também: