Connect with us

Hi, what are you looking for?

Curiosidades

Quem inventou o Cotonete?

Ainda falando sobre produtos de higiene do seu banheiro, ontem fui limpar o ouvido e comecei a pensar sobre quem teria elaborado essa ideia genial. Afinal, ele permite que alcancemos lugares longínquos de nossa orelha sem deixar resquícios, sem nos machucar e ainda limpa magnificamente bem. Por isso, hoje vamos descobrir quem inventou o Cotonete!

Começando por definições, Cotonete é apenas um nome comercial criado e registrado pela Johnson & Johnson, ou seja, o nome do produto é na verdade haste flexível com algodão. Mesmo assim, a empresa teve tamanha força que é muito difícil ouvir alguém dizendo que precisa comprar hastes flexíveis por ai. Pois bem, o produto é formado por esta haste flexível feita de plástico que possui pequenos pedaços de algodão em suas extremidades. Ela serve para higienizar o ouvido, assim retirando o excesso de cera ali acumulado. Também existe sua versão estéril que serve para recolher amostras e secreções, estes são chamados de suabe ou zaragatoa.

O inventor do Cotonete teve sua ideia genial em 1920, seu nome é Leo Gersternzang e sua origem é polonesa. Durante o banho de sua filha, ele percebeu que sua esposa utilizava pequenos pedaços de madeira com algodão nas pontas para limpar o pequeno e sensível ouvido do nenê durante o banho. Como ficou preocupado ao ver a situação – isto porque o algodão poderia escapar e ficar preso, o palito de madeira poderia lascar e machucar, como era pontiagudo poderia ocorrer um acidente e ferir o tímpano da criança e outros diversos pânicos de pai – Gersternzang decidiu criar algo semelhante ao palito, porém flexível e de plástico com o algodão bem preso a ponta para, assim, evitar terríveis acidentes.

Incrível como a preocupação de um pai pode ter mudado a vida de todos nós, não acha? Comente!

Advertisement. Scroll to continue reading.
Advertisement

Leia Mais

Especial

Já parou para pensar no preço de traduções? Tradução é um tipo de serviço de que nem todo o mundo precisa em seu cotidiano....