Bizarro, Curiosidades

Quem foi o maior assassino da história?

O poder do ser humano sobre as outras muitas vezes se torna um grande pesadelo por conta de guerras, confrontos ideológicos e outras coisas. Um assassinato é o pior crime que alguém pode cometer, mas os crimes contra a humanidade é quando um líder usa o seu poder para a barbárie e isso aconteceu muitas vezes na história. Quem acha que Hitler foi o maior assassino da história está enganado: existiram pessoas que mataram mais que ele, confira nessas listas algumas das pessoas que cometeram crimes imperdoáveis contra a humanidade.

A quinta pessoa que mais matou foi Josef Statin que, de acordo com dados históricos, ceifou a vida de 20 milhões de inocentes. Cerca de um milhão de soviéticos morreram no Grande Expurgo, que durou três anos (entre 1936 e 39). Mais de 1,5 milhão de pessoas morreram nos gulags, os campos de trabalhos forçados. A maioria das vítimas do regime soviéticos padeceram por conta das políticas radicais, como a coletivização agrícola, que matou cerca de 4 milhões de ucranianos.

Em quarto lugar, aparece um dos maiores lunáticos da história: Adolf Hitler, que teria sido diretamente responsável pela morte de 20 milhões de pessoas. Cinco milhões dessas pessoas eram judeus, assim como homossexuais, ciganos e civis de países conquistados. Historiadores atribuem a Hitler a culpa por grande parte das mortes na Segunda Guerra. Com as mortes indiretas, o líder nazista é culpado pela morte de 62 milhões de seres humanos.

O terceiro lugar é de Nurhaci, que viveu entre 1569 e 1626. Seu regime matou 25 milhões de pessoas. Ele foi o responsável por derrubar a dinastia Ming em 1616 e oprimiu grande parte dos chineses da etnia han. As mortes foram de fome a execuções sumárias. Em segundo lugar está Gengis Khan, que viveu entre 1162 a 1227. Ele foi responsável em sua época pela morte de 10% da população mundial. Foram 40 milhões de pessoas mortas. O motivo de tanta matança era que os mongóis invadiam cidades e davam a opção de rendição ou aniquilação completa.

Em primeiro lugar na lista está Mao Tsé-tung, responsável pela morte de 60 milhões de pessoas. É estimado que 30 milhões morreram de fome na época do seu processo de industrialização que deu completamente errado. A mão de obra das fazendas foi desviada para produção de ferro. Em sua época, a Revolução Cultural Chinesa foi a responsável pelo assassinato de professores e parlamentares do Partido Comunista, tendo o histórico de mais de 1 milhão de mortes de tudo o que era considerado “velho” ou “ocidental”.

Você imaginava esses números absurdos? Comente!

Leia Também: