Curiosidades

Por que temos boas ideias durante o banho?

Por que temos boas ideias durante o banho?

Você está no chuveiro, massageando a cabeça com shampoo quando de repente… Eureka! Surge uma ótima ideia em sua mente! Muitas vezes ela pode ser uma simples solução para um problema que você enfrenta no trabalho ou até mesmo algo muito mais complexo como o suposto significado da vida. De fato, o chuveiro cria as condições perfeitas para um flash criativo, persuadindo o seu gênio interior. Mas por que isso acontece?

Pesquisas mostram que você tem mais chances de ter um momento criativo quando está fazendo algo monótono como pescar, fazer exercícios ou, nesse caso, tomar banho. Como essas rotinas não exigem muita atenção, o seu corpo passa para o estado de “piloto automático” e libera seu inconsciente para trabalhar em várias outras coisas. Sua mente começa a vagar livremente e deixa o seu cérebro jogar silenciosamente um jogo totalmente livre de restrições de pensamento.

Esse tipo de devaneio relaxa o córtex pré-frontal, que é basicamente o centro de comando do cérebro para decisões, objetivos e comportamentos. Ele também liga o restante da “rede de modo padrão” (DMN) do seu cérebro, limpando os caminhos que conectam diferentes regiões de seu núcleo. Com o seu córtex livre e seu DMN ligado, você pode fazer conexões novas e criativas que a sua mente consciente normalmente já teria descartado.

É por isso que as ideias que você tem no banho são tão diferentes das ideias que você tem no trabalho ou em outros lugares que exigem um nível de concentração bem maior. Pensar muito sobre um problema acaba desativando a sua rede padrão e aumenta a intensidade do córtex pré-frontal. Isso não é uma coisa ruim, pois te ajuda a focar em algo necessário e evita que você perca seu tempo em coisas desnecessárias, como olhar fotos de gatinhos na Internet. Só que essa intensidade de concentração impede o surgimento de uma rotina criativa, pois quando você está profundamente focado em uma tarefa, o seu cérebro é mais propenso a censurar soluções não convencionais, que por sua vez afetam drasticamente a ocorrência de novas ideias.

Por isso, se você quiser ter boas ideias, deixe o seu cérebro “vagar livremente”. Ative a sua rede de modo parão e incentive o seu cérebro a surgir com pensamentos incomuns. Lembre-se que quando você limpa a sua mente a lâmpada das ideias passa a se acender com mais facilidade.

Você já teve alguma boa ideia debaixo do chuveiro? Deixe o seu comentário! 😀

Leia Também: