Curiosidades

Quem inventou o liquidificador?

Quem inventou o liquidificador?

Quando decidimos ir morar sozinhos, sem nossos pais, começamos a nos dar conta de que existe inúmeros eletrodomésticos que são extremamente úteis e que precisam ser comprados para que possamos fazer alguns pratos gastronômicos. Um deles é o liquidificador, produto extremamente útil que nos permite fazer diversos sucos deliciosos, isso além de ser um grande aliado na hora de cozinhar ou fazer aquela receita fácil encontrada na internet. Mas afinal, quem o inventou?

Canecas para Presente

Foi em 1904 que surgira os primeiros liquidificadores nos Estados Unidos através de um modelo semelhante a um misto entre ele e uma batedeira. Na época ele funcionava através de um motor elétrico que era movido à correia de transmissão, servindo principalmente para misturar substâncias químicas e também para fabricar milk-shakes. Apenas em 1910 que surgiram os primeiros liquidificadores domésticos.

Porém, ter um grande motor elétricos ligado a uma pequena peça era algo bastante inconveniente que terminou apenas em 1931 quando o primeiro liquidificador com um pequeno motor próprio começou a ser vendido em Chicago, EUA. Este foi inventado em 1922 por Stephen Poplawski e era formado por uma base com um motor elétrico que possibilitava o movimento de um pequeno conjunto de lâminas que ficava no fundo de um recipiente com o objetivo de triturar alimentos.

Através de seu invento, Poplawski criou a Stevens Eletric e começou a abastecer as famosas ‘Sota Fountain’, lanchonetes que serviam bebibas gaseificadas e vitaminas antes de surgirem os primeiros fast foods. Após, na década de 30, L. Hamilton, Chester Beach e Fred Osius – que eram proprietários da Hamilton Beach Co. desde 1910 – decidiram produzir um liquidificador semelhante ao de Poplawski em escala industrial, então Fred Osius passou a dedicar seu tempo em criar uma versão mais eficiente do invento que foi patenteada em 1933. Mesmo assim, ainda haviam problemas no projeto que foram corrigidos por Fred Waring e sua equipe em 1937 ao criar seu próprio aparelho chamado de Waring Blender.

Canecas para Presente

Então, na Europa, 1943 um suíço chamado Traugott Oertli criou seu modelo para o mercado europeu construído com base no criado pela Waring, assim criando o Walita Neutron. Este foi trazido para a Argentina e para o Brasil, onde começou a ser produzido pela Walita que também patenteia o extrator de sucos Turmix que aqui passaria a se chamar de centrífuga. Enquanto isso, em 1946, John Oster que na época fabricava aparelhos para barbearia decide comprar a Stevens Eletric, assim lançando seu primeiro liquidificador para fazer concorrência ao Waring, seu nome era Osterizer. Com extensas e agressivas estratégias de marketing, a marga ascendeu nos Estados Unidos assim como a Walita ficou extremamente famosa no Brasil.

Durante os anos 50 a Walita alcançou seu primeiro milhão de unidades vendidas através de seu invento chamado de liquidificador Walita que passa a ser fabricado para várias empresas. Foi quando o austríaco Hanz Arno que já fabricava motores elétricos decide criar também um liquidificador baseado no modelo da Oster. Então, a Arno S.A. se a próxima da Sears e inicia sua produção em conjunto de eletroportáteis durante os anos 50 e 60. Devido a sua relação próxima com a Electrolux, esta também começa sua produção do eletrodoméstico. Foi nos anos 60 que a Philips viu o grande potencial da Walita e decide começar a comercializar seus produtos em vários mercados. No final da década a Philips assume o controle acionário da Walita e a adquire em 1971. Mesmo tendo sido comprada, o fundador da Walita trabalhou incansavelmente em sua empresa até falecer em 1994, foi esta data que a Walita se tornou o principal centro de desenvolvimento de eletroportáteis da Philips para todo o mundo.

Durante a década de 80 e 90 muitas das inovações da Philips foram compradas por empresas chinesas que hoje abastecem quase todo o mercado mundial. Incrível,  não acha? Comente!

Leia Também: