Curiosidades

Os 5 países com os maiores salários de professores no mundo

Os 5 países com os maiores salários de professores no mundo

Os professores são bastante subestimados no Brasil. Segundo dados do Inep divulgados no ano passado, cerca de 99% dos professores brasileiros ganham em média R$ 3,5 mil, o que é bem menos do que muitos deles realmente mereciam receber, afinal não é fácil ter que aturar as diversas situações desgastantes que ocorrem nas salas de aula, sendo que muitas delas não são nem devidamente equipadas. Mas nem todos os países subestimam seus professores dessa forma. De fato, existem algumas nações que oferecem salários excelentes para os profissionais da educação. Aqui estão listados as cinco que mais se destacam (valores em dólar americano):

5. Canadá

O sistema público de educação do Canadá é bastante eficiente e recompensador, pois cerca de 5,4% do PIB do país é investido na educação. Como resultado de todo esse investimento, os professores são geralmente muito bem pagos no país, sendo que o salário anual de um profissional da educação por lá pode chegar a US$ 56.500.

4. Holanda

O sistema educacional da holanda costuma se basear na ideia do bem-estar dos estudantes, de modo que eles frequentam escolas diferentes a depender das suas necessidades, antecedentes e opções de carreira profissional. Não por acaso, esse sistema educacional também conta com vários benefícios para os professores. Os holandeses pagam a seus profissionais da educação um bom salário, começando com US$ 36 mil como salário inicial e podendo chegar até US$ 60.000 por ano para os professores mais experientes.

3. Alemanha

Na Alemanha, cada estado é o responsável pela qualidade da educação. As crianças devem frequentar a escola a partir dos seis anos de idade e costumam se formar depois de 12 ou 13 anos. Na maioria dos casos, nenhuma taxa é cobrada nas escolas, mas os estudantes devem fazer testes para comprovar suas qualificações, o que o torna um sistema educacional altamente competitivo. Os professores na Alemanha podem ganhar um pouco mais de US$64.000 anuais depois de alguns anos de experiência. Já os professores novatos costumam receber um salário inicial de US$47.500 por ano.

2. Suíça

O sistema educacional na Suíça não é administrado pelo governo federal, mas pelo governo de cada cantão, que na prática serve como um tipo de província ou estado. A maioria dos alunos começa o ensino primário aos 6 anos e o estudante médio costuma passar 12 anos de escola. O país se destaca pela alta qualidade no ensino de matérias relacionadas à matemática avançada. Um professor suíço ganha em média cerca de US$ 69.000 por ano. Nada mal, não é mesmo?

1. Luxemburgo

Luxemburgo é um país pequeno em território, mas gigante quando o assunto é a qualidade educacional. Quase todas as escolas no país são administradas pelo estado e não cobram taxas adicionais dos seus alunos. O ensino é obrigatório para todos os que têm entre 4 e 16 anos, onde desde o início aprendem a falar três línguas: luxemburguês, alemão e francês. Com tanta ênfase na educação, não é surpresa para ninguém o fato dos professores receberem um salário decente. Um professor de escola primária sem experiência já começa a sua carreira profissional ganhando cerca de US $ 64.000 por ano, enquanto um professor experiente ganha em média US $ 98.000 anualmente. Além disso, os professores são regularmente reconhecidos pelos seus esforços por toda a sociedade dessa pequena nação europeia.

Quanto você acha que um professor deveria receber no Brasil? Deixe o seu comentário!

Leia Também: