Curiosidades, Tecnologia

As invenções da Nasa que estão presentes em nossas vidas

NASA

A NASA é o órgão de Administração Nacional de Aeronáutica e Espaço nos Estados Unidos. Eles são responsáveis por vários projetos que fazem parte das descobertas no universo e que algumas vezes se tornam úteis para o nosso cotidiano. Por possuírem grande conhecimento e verba para estudos, eles desenvolvem inúmeros apetrechos de utilidade enorme para a vida de todos nós. Lá nos EUA, a cada mil patentes registradas, uma pertence a algum projeto feito pela NASA. O grande número de funcionários também ajuda na incrível quantidade de invenções e descobertas.

Depois de mandar o homem para lua, de conseguir enviar uma missão para Marte, construir satélites, Estação Espacial e várias outras coisas, a NASA inventou a “Espuma com memória”. Os travesseiros da agência espacial são conhecidos por boa parte da população e teve o primeiro exemplar desenvolvido por Charles Yost. O projeto foi realizado primeiramente para que os módulos da Apollo pudessem ser acoplados com segurança. Após isso, o mesmo tipo de espuma foi trabalhado para o desenvolvimento de assentos de avião. A espuma molda, absorve a pressão e volta a posição original. A invenção foi usada em de futebol americano, palmilhas de sapatos e camas de hospital.

Outra invenção foi o revestimento anticorrosivo. O motivo dessa criação é simples: algumas instalações da agência ficam em locais próximos à praia e isso traz problemas, já que a corrosão por meio de ferrugem pode acabar inutilizando vários equipamentos importantes. O revestimento anticorrosivo foi desenvolvido na década de 70 e é produzido por meio de zinco e silicato de potássio, algo que ajuda a combater esses efeitos. Anos depois, uma empresa privada desenvolveu um produto à base de água e sem conteúdos sem toxicidade. Esse material foi utilizado na Estátua da Liberdade: 852 litros foram usados para retardar a ação do salitre.

NASA

Outra invenção foi o implante coclear. Nos anos 70 o engenheiro Adam Kissiah Jr, que era deficiente auditivo, utilizou seus conhecimentos tecnológicos para criar uma teoria de equipamento capaz de transmitir os impulsos sonoros às áreas do cérebro responsáveis pela audição. No início a invenção não deu certo, mas uma empresa privada trabalhou na ideia do inventor e hoje, cerca de 200 mil pessoas fazem o uso dessa invenção só nos EUA. Além disso, a NASA foi responsável por inventar a bomba de insulina e os filtros de água.

E aí, interessante? Deixe o seu comentário!

Você também pode gostar de