Curiosidades

Por que algumas pessoas têm monocelha (sobrancelhas ligadas)?

Por que algumas pessoas têm monocelha (sobrancelhas ligadas)?

O corpo humano tem a curiosa capacidade de fazer brotar pelos em lugares bem estranhos. Orelhas, narizes e juntas dos dedos estão entre os locais mais peculiares onde podemos encontrar alguns “cabelinhos” espalhados. No entanto, poucos folículos capilares causam tanto estresse quanto a chamada “monocelha”, que é o termo usado para descrever a condição na qual as sobrancelhas de uma determinada pessoa são “ligadas”. Isso gera a impressão de que a pessoa tem na verdade apenas uma sobrancelha de espessura relativamente grossa, o que pode causar certos constrangimentos. Mas o que faz com que algumas pessoas tenham monocelha?

Um estudo científico publicado no ano de 2016 na revista acadêmica “Nature Communications” contou com a participação de mais de 6000 voluntários para analisar de uma forma mais aprofundada a composição dos pelos faciais. O estudo focou principalmente no mapeamento de genes específicos que são associados à densidade, envelhecimento, ondulação e formação das sobrancelhas. Os resultados foram um tanto surpreendentes quando revelaram que a monocelha foi encontrada principalmente em pessoas que contavam com um gene apelidado de PAX3.

Os autores do estudo acreditam que essa descoberta possa ter um valor muito importante, pois através dela a indústria de cosméticos pode criar algum dia um tipo de produto que possa de alguma forma inibir ou alterar o surgimento da monocelha ao isolar os efeitos do gene em questão. Depilação através de cera, tratamentos a laser ou o uso do bom e velho barbeador são algumas formas de “aliviar” temporariamente os sintomas da monocelha. No entanto, alguns especialistas advertem para o risco do surgimento de alergias na região, caso seja usado um barbeador que foi previamente utilizado em outras partes do corpo.

Curiosamente, apesar de não ser muito popular no mundo ocidental, a monocelha é considerada uma marca registrada da beleza e da sensualidade em alguns países asiáticos, como o Tajiquistão. Nesse país, as mulheres sem o gene PAX3 costumam fazer o uso de uma erva verde chamada usma para “fingir” a presença de uma monocelha ao criar uma linha sólida entre as sobrancelhas.

Interessante, não é mesmo? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Você também pode gostar de