Curiosidades

Por que alguns atletas usam fitas adesivas no corpo?

Por que alguns atletas usam fitas adesivas no corpo?

Se você gosta de acompanhar vários eventos esportivos, já deve ter notado que muitos atletas usam fitas adesivas no corpo. Tal acessório é muito mais visível em esportes como o vôlei e o atletismo, onde os competidores usam roupas que proporcionam uma visibilidade maior da fita. Mas afinal, para que ela serve?

Sites Responsivos e Profissionais

As fitas Kinésio são acessórios elásticos com superfície fortemente adesiva que pode ser encontradas em uma variedade de cores e padrões. Elas foram projetadas para aproximar o peso e a espessura da pele, podendo ser esticadas sobre qualquer parte do corpo. Feita de fibra de algodão, as fitas possuem um suporte acrílico ativado por calor que pode permanecer ligado por até cinco dias. Quando usada, as fitas ergue as camadas superiores da pele para longe do músculo, supostamente aliviando a pressão e a dor na área afetada. Dessa forma, elas têm sido usadas no tratamento de lesões traumáticas de nervos e músculos.

Essas fitas foram desenvolvidas pelo Dr. Kenzo Kase em meados da década de 1970, mas só começaram a aparecer nos corpos dos atletas profissionais durante os Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008. Essa exposição foi o suficiente para despertar o interesse do público, de modo que as vendas das fitas apresentaram uma alta de 300%. Mas ao contrário do que muita gente imagina, o uso desse objeto é mais complexo do que parece, pelo menos no sentido da melhora atlética, pois para obter os benefícios propostos é necessária uma técnica específica que muitas vezes requer treinamentos.

Caneca para Presente

Mas as fitas Kinésio realmente funcionam?

Bem, essa é uma questão que ainda gera uma certa controvérsia. Um relatório divulgado em 2012 na revista Sports Medicine concluiu que existia “pouca evidência em testes de qualidade para apoiar o uso da fita Kinésio ou outros tipos de bandas elásticas no tratamento ou prevenção de lesões esportivas”. Por outro, a jogadora alemã de vôlei de praia Sara Goller, que usou a fita nas Olimpíadas de Londres em 2012, diz que o acessório pode “liberar ou aliviar a tensão nos músculos, a depender dos efeitos que o atleta realmente deseja obter”.

Ainda que a fita não faça milagres em termos físicos, ela pode dar aos atletas uma espécie de “impulso de confiança”, simplesmente porque eles acreditam que ela ajuda a tratar os seus corpos machucados. De fato, em muitas competições de alto nível, a menor forma de encorajamento pode muitas vezes ser tudo que um atleta precisa para ganhar o título.

Sabia dessa? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Você também pode gostar de