Curiosidades

Conheça o curioso festival de marretas explosivas

Todos os anos, mais especificamente no mês de fevereiro, os moradores de uma pequena cidade mexicana, chamada San Juan de la Vega, realizam uma espécie de festival que reconstitui uma batalha que ocorreu há 400 anos atrás entre os fazendeiros locais e os ricos proprietários de terras. De acordo com as lendas locais, os fazendeiros fizeram uma aliança com um mineiro e fazendeiro local chamado Juan Aquino de la Vega, que era uma espécie de “Robin Hood mexicano”, pois roubava dos ricos e dava aos pobres. O homem era tão famoso que até foi homenageado no nome da cidade, além de dar origem a um festival de “marretas explosivas”.

Ao contrário de outras encenações históricas semelhantes, onde os foliões se vestem com roupas características e fazem uma espécie de guerra simulada entre si, esse festival se baseia na detonação de fogos de artifício através de golpes feitos com marretas. Pacotes explosivos com pólvora e enxofre são amarrados nas marretas e são posteriormente detonados ao serem esmagados contra rochas e placas de metal. Os fogos de artifício explodem provocando uma nuvem de fumaça e poeira, que é acompanhada de uma chuva de estilhaços para todos os lados. O vídeo abaixo ilustra bem isso:

Por motivos óbvios, os participantes do festival das marretas até usam alguns itens de proteção para evitar lesões, como óculos de sol, camisas de mangas compridas, chapéu e um lenço no pescoço para cobrir o rosto. No entanto, essas proteções não são suficientes para barrar toda a onda de choque proveniente da explosão. De fato, os participantes são frequentemente derrubados pelo próprio impacto, muitas vezes deixando a marreta ficar fora de controle. Pedaços de rochas voando na direção dos rostos dos homens e lesões nos tímpanos também são outros problemas rotineiros.

O post ainda não terminou... Mas que tal descobrir se o refrigerante DR PEPPER é bom em nosso último vídeo?

Clique aqui para assistir no YouTube



Em 2016, um homem que participava do festival teve que ser levado às pressas ao hospital, depois que um pedaço de metal rasgou parte da sua testa. Curiosamente, ele retornou ao “campo de batalha” algumas horas depois com a cabeça toda remendada, querendo continuar com as suas marretadas. Que coisa, não?

Festival bem curioso, não é mesmo? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Você também pode gostar de