Curiosidades

Por que o solo vulcânico é tão fértil?

A atividade vulcânica é tradicionalmente associada à destruição de vidas e propriedades, já que eventos como erupções podem dizimar vários seres vivos sem a menor piedade. No entanto, o processo de erupção é caracterizado por diferentes processos que acabam por originar a formação de um novo tipo de solo muito mais fértil que o anterior. Mas afinal, por que o solo vulcânico é tão bom para plantações?

As erupções vulcânicas resultam na expulsão das cinzas que se espalham por grandes áreas nos arredores dos vulcões. Portanto, dependendo da composição do magma de uma montanha vulcânica específica, a cinza resultante pode apresentar quantidades distintas de vários nutrientes do solo. A sílica e o oxigênio ocupam a maior porcentagem de elementos liberados no caso de uma erupção vulcânica. Os outros elementos incluem dióxido de carbono, dióxido de enxofre e cloreto de hidrogênio.

Outro fator que contribui para níveis elevados de fertilidade no solo vulcânico são alguns pedaços de rocha, como o feldspato e o basalto, que possuem uma abundância de minerais como ferro, magnésio e potássio. Estes são alguns dos minerais mais importantes encontrados em fertilizantes para melhorar a qualidade do solo agrícola. Devido à presença destas partículas de rocha serem incorporadas no solo, as regiões que têm um solo vulcânico, como vales e encostas de montanhas, são tipicamente mais férteis do que os terrenos comuns.

A ação vulcânica que leva ao surgimento de solos férteis contribuiu grandemente para a agricultura e a atividade econômica local. No Havaí, por exemplo, a agricultura ganhou espaço entre os séculos 15 e 18 devido ao vulcanismo e tem crescido desde então. O cultivo de vários alimentos nessas regiões, incluindo batata-doce, cenouras e abóboras, levou ao surgimento de várias empresas agrícolas que desempenham até hoje uma enorme influência na economia do Havaí.

Também vale destacar que, além do solo vulcânico fértil, a ação dos vulcões também leva à formação de gemas, pedras preciosas e minerais valiosos. Estes apresentam uma ampla variedade de usos, incluindo a fabricação de joias e produtos eletrônicos. Curiosamente, o vulcanismo também promoveu a energia geotérmica como uma fonte alternativa de energia que contribui com uma parcela significativa de produção de eletricidade em alguns países como Islândia, Quênia e Filipinas. Ou seja, apesar da má fama, os vulcões podem sim ser benéficos para a sociedade humana.

Interessante, não é mesmo? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Você também pode gostar de