Curiosidades

Você sabia que existe uma cidade chamada Batman?

Você sabia que existe uma cidade chamada Batman?

Quando se fala no Batman, os amantes do Homem-Morcego geralmente só conseguem associá-lo a uma cidade: Gotham City. De fato, essa cidade fictícia é a terra natal do Cavaleiro das Trevas, mas você sabia que na Turquia existe uma cidade que realmente se chama Batman? E que curiosamente o seu nome não foi relacionado ou inspirado pelo personagem dos quadrinhos? Vamos explorar os detalhes desse lugar.

A cidade de Batman é a capital da província turca de mesmo nome, ficando localizada no sudeste da Turquia. A cidade fica num planalto perto da confluência do Rio Batman, o que acabou dando origem ao nome peculiar da cidade. Inicialmente, Batman era uma pequena vila chamada Iluh e contava com uma população de apenas 3 mil habitantes. No entanto, descoberta de petróleo em torno de Iluh na década de 1940 resultou no rápido desenvolvimento da área e sua população começou a crescer nas décadas seguintes, tendo hoje cerca de 348 mil moradores. Em 1957, a vila adotou o nome de Batman, que carrega consigo até hoje.

Região central da cidade.

Curiosamente, nem mesmo o rio Batman sempre teve esse nome. Antigamente ele era conhecido como Kalat, que significava “noiva” para o povo siríaco que povoava a área. Até hoje, não se sabe com certeza quem começou a chamar o rio de “Batman”, mas isso certamente aconteceu em algum momento no século 19, muito antes da criação do personagem dos quadrinhos, que surgiu apenas na década de 30. Alguns historiadores acreditam que o nome seja uma forma abreviada de “Bati Raman”, uma montanha próxima. Por outro lado, o Batman é também uma antiga unidade de medida que era usada para medir a massa de objetos durante o Império Otomano.

HOMEM DE FERRO QUASE LEVOU A MARVEL A FALÊNCIA

Aeroporto da cidade.

A curiosa cidade turca virou notícia em 2008 depois que seu prefeito anunciou à imprensa que planejava processar a Warner e Christopher Nolan, diretor da trilogia “The Dark Knight”, por usar o nome da comunidade no filme sem consultá-lo previamente. No entanto, a “ameaça” foi vista apenas como um golpe de publicidade do governo local com o objetivo de promover o turismo na região.

Interessante, não é mesmo? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Leia Também: