Curiosidades

O que são animais de suporte emocional?

O que são animais de suporte emocional?

Você sabia que é possível tratar diversos problemas psicológicos e emocionais através do uso de animais? Estes são os chamados Animais de Suporte Emocional (ESAN) e eles são utilizados no tratamento de doenças psiquiátricas através do apoio ao tutor, sendo em sua maioria cães em função da facilidade para o treinamento. Mas como tudo isso funciona?

O que são animais de suporte emocional?

Pois bem, como disse acima são animais domésticos que são utilizados para fins terapêuticos, seu objetivo é ajudar durante o tratamento de doenças psiquiátricas e este não é tratado como um pet doméstico comum. Para que você possa ser o tutor de um destes animais, primeiro precisa ter uma doença mental verificada.

São consideradas doenças mentais tratáveis por este tipo de animal distúrbios mentais como depressão ou ansiedade de níveis baixos a extremamente altos. Existem casos de pessoas com ansiedade paralisante que conseguiram voltar a sua vida normal com o auxilio desses queridos companheiros. Seu papel é justamente o de dar conforto e apoio ao tutor, sendo assim um porto seguro em situações de estresse extremo. É preciso que esses animais passem por um treino básico apenas para que consigam conviver de forma pacifica já que eles não realizam nenhuma tarefa específica.

Animais de Suporte Emocional nos EUA

Nos Estados Unidos estes animais são protegidos pelo chamado Fair Housing, logo, seu dono jamais poderá ser prejudicado por ter um animal de suporte emocional. Isso significa que o mesmo poderá circular por todos os ambientes com seu amigo, poderá voar com ele, circular de ônibus com ele, enfim, existe amparo legal para que o tutor não se sinta inseguro ou desamparado longe de seu amigo, já que ele pode circular tranquilamente pelos espaços da mesma forma que um cão-guia, por exemplo. Infelizmente, aqui no Brasil ainda não temos nenhuma lei que regularize a situação. 🙁

Incrível o que os animaizinhos são capazes de fazer, não é mesmo? Comente!

Leia Também: