Curiosidades

Você sabia que a barba pode acumular bactérias?

Você sabia que a barba pode acumular bactérias?

Cultivar uma barba bem volumosa é algo que muitos homens gostam de fazer, seja com o objetivo de destacar os seus traços faciais ou simplesmente como uma questão de gosto. No entanto, alguns estudos mostram que a barba pode ser um certo obstáculo para aqueles que querem ficar longe de germes e bactérias, já que ela propicia um ambiente bem mais “confortável” para a proliferação desses microorganismos. Mas afinal, por que isso acontece?

Primeiramente, é preciso mencionar que as glândulas sebáceas no rosto, no peito e nas costas são geralmente maiores do que as da cabeça, de modo que os pelos que brotam do rosto costumam ser revestidos com mais óleo. Segundo a Dra. Whitney Bowe, uma conceituada dermatologista de Nova York, como as bactérias gostam de se alimentar desse óleo, é provável que existam mais bactérias vivendo perto da base dos pelos da barba em comparação com os cabelos da cabeça.

Curiosamente, as bactérias que vivem nas barbas costumam ser diferentes das bactérias que vivem no couro cabeludo ou em outras partes do corpo. No entanto, embora possa parecer ruim à primeira vista o fato de que mais bactérias vivam em barbas, isso não é necessariamente uma coisa totalmente insatisfatória. Especialistas têm aprendido cada vez mais sobre o microbioma, uma colônia de microrganismos individuais no corpo, chegando a concluir que muitos desses microrganismos são realmente úteis para a saúde geral, embora alguns certamente causem problemas. Por exemplo, se um homem costuma coçar a barba, isso pode aumentar o risco de resfriado, já que vários germes vivem em nossas mãos. Assim, quanto mais tocamos nosso rosto, a possibilidade de passar esses germes para nossas vias aéreas e consequentemente ficar doente é muito maior.

Mas ainda que a barba permaneça sendo território inexplorado, os barbudos de plantão não precisam se preocupar. Para manter seus pelos faciais saudáveis e livres de boa parte das bactérias, basta manter hábitos simples de higiene, como lavagens regulares e a aplicação de loções próprias para as barbas que contenham algum tipo de agente antibacteriano. Desse modo, você pode sair por aí esbanjando a sua barba sem se preocupar com o alojamento de bactérias indesejáveis.

Sabia dessa? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Leia Também: