Conecte-se conosco

Oi, o que você está procurando?

Curiosidades

Conheça o kintsugi, a arte japonesa de consertar cerâmica quebrada com ouro

Se você pensa como a maioria das pessoas, é bem provável que você gostaria que os danos nos seus itens quebrados pudessem ser ocultados através de pequenos reparos, fazendo com que o objeto se parecesse totalmente novo, não é mesmo? Só que uma arte japonesa chamada “kintsugi” segue uma filosofia diferente. Ao invés de “disfarçar” a parte quebrada, o kintsugi promove a restauração do objeto ao mesmo tempo em que incorpora o dano na estética do item restaurado, tornando-se uma parte da história da peça. A arte kintsugi geralmente usa uma resina de laca misturada com ouro em pó, prata, platina, cobre ou bronze, resultando muitas vezes em algo mais bonito que o original.

Alguns historiadores sugerem que o kintsugi teria se originado por volta do século XV, quando um militar japonês acabou quebrando a sua tigela de chá favorita e a mandou de volta para a China para ser consertada. No entanto, o trabalho de reparo, que havia sido feito com grampos de metal (que era o padrão de reparo usado na época), acabou prejudicando a beleza da tigela. Desapontado, o militar recrutou um artesão japonês para tentar encontrar uma solução mais esteticamente agradável. O artesão japonês supostamente usou a mesma técnica que se tornaria o kintsugi tempos mais tarde.

Embora o reparo kintsugi até faça parecer que a peça original foi consertada com ouro, o processo original é essencialmente uma forma de arte de verniz. As peças quebradas são coladas usando laca urushi, derivada da seiva de uma árvore chinesa. A camada final de urushi é coberta com um pó fino de ouro e depois é polida.

Vale destacar que a coleta da seiva e o processamento da laca de urushi pode ser uma tarefa complicada devido à sua toxicidade. Felizmente, uma vez que ela seca e endurece, os efeitos tóxicos do urushi são essencialmente anulados, tornando a laca segura para ser manuseada. Hoje, graças à moderna tecnologia de polímeros, o reparo do estilo kintsugi pode ser realizado com materiais de última geração, mais fortes e com maior longevidade do que a metodologia tradicional de verniz.

Curiosamente, os colecionadores de kintsugi são geralmente tão apaixonados pela arte que alguns até já foram acusados ​​de esmagar deliberadamente peças de cerâmica muito valiosas para que elas pudessem ser consertadas com as costuras douradas da técnica kintsugi.

Propaganda. Role para continuar lendo.

Uma arte muito interessante, não é mesmo? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Leia Mais

Entretenimento

O mundo do YouTube vêm crescendo cada vez mais, chegando a superar até mesmo a TV aberta em alguns assuntos. O bom do YouTube...

Curiosidades

As criaturas mitológicas costumam prender a nossa atenção, principalmente por conta das características delas. Mas o que nem todos sabem é que parte dessas...

Curiosidades

As mitologias estão espalhadas por  toda parte, em todas as culturas e cada uma tem sua identidade. Atualmente, existem pessoas que acreditam em alguma...

Curiosidades

Existem diversos animais domésticos espalhados pelo mundo e a maior parte deles, como bem sabemos são cães e gatos. Mas também sabemos que cuidar...

Curiosidades

A cultura popular (especialmente nos filmes de ação) costuma trazer à tona algumas ideias bem loucas. Esquivar-se das balas parece ser a sua favorita....

Curiosidades

Quando falamos de locais, eles podem ser definidos com os mais variados termos, dependendo da sua situação. Conhecemos por exemplo diversos países, estados e...

Curiosidades

Atualmente temos no mundo cerca de 7.097 idiomas sendo falados, segundo o compêndio Ethnologue que é considerado o maior inventário de línguas do planeta....

Curiosidades

Já estamos bastante acostumados a ver zumbis em séries de TV, filmes, HQ’s e até mesmo em livros. Nos últimos tempos eles ficaram tão...