Curiosidades

Por que as pessoas não sorriam nas fotos antigas?

Por que as pessoas não sorriam nas fotos antigas?

Se você já observou algumas fotografias antigas do tempo do “preto e branco”, já deve ter percebido que os rostos das pessoas parece compartilhar um certo sentimento de tristeza, já que quase não há sorriso algum. De fato, os sorrisos em fotos antigas são extremamente raros, mas seria isso por que naquela época as condições de vida eram tão ruins assim? Ou será que existe alguma outra explicação para a falta de rostos sorridentes em retratos antigos?

Canecas para Presente

Especialistas que estudaram o desenvolvimento das fotografias no passado já desenvolveram várias teorias diferentes sobre o assunto. Alguns deles acreditam que as pessoas naquele tempo tinham dentes muito ruins, já que a higiene dental não era algo tão habitual como é hoje. Seguindo essa hipótese, as pessoas simplesmente se recusavam a sorrir para a câmera porque não queriam mostrar seus dentes descoloridos. No entanto, outros especialistas duvidam que essa seja a principal razão. Como todos naquela época enfrentavam problemas de saúde bucal semelhantes, as pessoas provavelmente não teriam motivos para “tirar sarro” dos dentes dos outros.

Por isso, existe uma outra teoria que usa como base um outro fator: a tecnologia. Como as primeiras câmeras exigiam um longo tempo de exposição para capturar uma fotografia, alguns acreditam que as pessoas simplesmente não conseguiam segurar um sorriso por tanto tempo, então preferiram usar uma expressão mais séria que pudessem manter por mais tempo. No entanto, alguns estudiosos apontam que tempos de exposição muito mais curtos surgiram bem antes de os sorrisos se tornarem comuns nas fotos, sugerindo que a tecnologia também pode não ter sido um fator primordial.

Com isso em mente, uma terceira teoria sugere que a falta de sorrisos em fotos antigas é na verdade um reflexo da visão cultural da época sobre os sorrisos. No mundo de hoje, onde as selfies são tão comuns, os sorrisos são relacionados com sensações de felicidade e bem-estar. Mas no passado, os sorrisos eram frequentemente vistos como sinais de loucura, sonolência, embriaguez e outros traços indesejáveis. Essa visão histórica do sorriso também é demonstrada em retratos que foram pintados centenas de anos antes da criação das câmeras. Nesse período, uma expressão solene era considerada uma maneira digna de ser representada e era preferível a um sorriso bobo que pudesse fazer alguém questionar a sua sanidade ou a sua moral. Especialistas acreditam que essa mesma visão provavelmente influenciou as primeiras fotografias, que geralmente tentavam imitar o retrato pintado como uma forma de arte.

O sorriso tornou-se muito mais comum em fotografias por volta dos anos 1920 e 1930. Naquela época, a tecnologia já havia progredido ao ponto de baratear os custos das câmeras. Dessa forma, à medida que mais pessoas passavam a possuir esses dispositivos, a fotografia começou a ser usada para capturar momentos surpreendentes e mais felizes da vida, consequentemente popularizando os largos sorrisos que compartilhamos até os dias atuais.

Interessante, não é mesmo? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Leia Também: