Curiosidades

12 fatos curiosos sobre banheiros

O banheiro é muito mais do que um símbolo da modernidade, é simplesmente o estágio evolutivo mais recente na busca da humanidade pelo “alívio intestinal” perfeito. Os fatos curiosos listados logo abaixo ajudam a explicar como saímos de buracos em bancadas de cimento para os banheiros complexos que a modernidade tem para nos oferecer.

1. Arqueólogos já descobriram sistemas de drenagem usados como sanitários na Índia com mais 4.000 anos de idade. Já o vaso sanitário “moderno”, com sistema de descarga, foi idealizado pelo inglês John Harrington em 1596, sendo aprimorado por Joseph Bramah em 1778.

2. Os antigos romanos usavam banheiros públicos que muitas vezes se tornavam pontos de encontros para socialização. Por isso, não era estranho ver gente compartilhando fofocas com os amigos enquanto se ajudavam a se limpar com uma esponja reutilizável presa a um cabo de madeira. Que coisa, não?

3. Curiosamente, existe uma razão oculta pela qual às vezes os chamamos de “tronos”. Isso por que os antigos gregos tinham um sistema vasto sistema sanitário onde as pessoas se “aliviavam” em um repositório de água corrente. Eles se referiam a esse sistema como “Palácio de Cnossos”.

4. Segundo um relatório das Nações Unidas, existem mais pessoas com acesso a celulares do que banheiros. Esse é um problema muito sério, mas se isso faz você se sentir melhor, a tela de um smartphone geralmente tem 30 vezes mais germes do que o assento do vaso sanitário.

5. O dia 19 de novembro foi oficialmente declarado como o “Dia Mundial do Banheiro” pela Assembleia Geral das Nações Unidas em 2013. O dia celebra e promove os direitos humanos relacionados ao acesso à água limpa e ao saneamento básico, duas coisas indispensáveis para o bem-estar humano.

6. Em 1960, o filme “Psicose”, de Alfred Hitchcock, tornou-se o primeiro longa-metragem de Hollywood a retratar um vaso sanitário na tela. Por incrível que pareça, isso causou um certo alvoroço por parte do público contra o que eles consideravam uma “indecência”.

7. Nos tempos medievais, o banheiro dos ingleses era simplesmente um pote, cujo “conteúdo” era jogado pela janela das casas após o seu uso.

8. Os banheiros já foram literalmente uma questão de vida e morte. Para se ter uma ideia, a causa de muitas doenças na antiga Londres estavam intimamente ligadas aos gigantes banheiros públicos instalados sobre o rio Tâmisa nos tempos medievais. Essa mistura de sujeira e abastecimento de água era um verdadeiro foco de doenças, fazendo muita gente passar mal só com o cheiro do local.

9. Embora a rainha Isabel I da Inglaterra possuísse um banheiro com descarga, sua Majestade raramente o usava simplesmente porque era “muito barulhento para seus ouvidos”.

10. O rei Henrique VIII de Inglaterra era uma pessoa tão extravagante que até designava pessoas encarregadas de ajudá-lo com as suas necessidades no banheiro. Curiosamente, os chamados “criados do tamborete” muitas vezes se tornavam membros ricos e importantes da política fiscal do rei, pois nos momentos íntimos em que eles passavam com o monarca, eles ficavam a par de segredos reais muito importantes.

11. Acredita-se que um ser humano passa entre dois meses a três anos de sua vida no banheiro fazendo as suas necessidades.

12. Os banheiros femininos surgiram apenas com a ascensão das lojas de departamentos do século 20, já que os donos das lojas precisavam que as mulheres se sentissem “aliviadas” o suficiente para comprar coisas.

Interessante, não é mesmo? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Você também pode gostar de