Curiosidades

Conheça o restaurante construído dentro de uma estufa agrícola

Conheça o restaurante construído dentro de uma estufa agrícola

O “De Kas” é um grande restaurante que curiosamente fica localizado em uma antiga estufa nos arredores de Amsterdã, na Holanda. Em 1926, a estufa foi construída para abrigar um dos viveiros municipais de Amsterdã, que tinha como função o cultivo de mudas e pequenas flores utilizadas nas plantações da cidade. No entanto, com o passar do tempo, esses viveiros foram fechados e os edifícios ficaram abandonados. Há cerca de 15 anos atrás, a estufa iria ser finalmente demolida, mas o chef Gert Jan Hageman viu ali a oportunidade perfeita para inaugurar um restaurante que ao mesmo tempo também poderia servir como uma horta.

Na época, Hageman entrou em contato com os responsáveis pelo local e acabou comprando a construção por um valor simbólico de apenas 1 euro. Posteriormente, ele renovou completamente o lugar e transformou-o no restaurante que é hoje. Localizado dentro do Parque Frankendael, o restaurante de 8 metros de altura se destaca por ser um edifício com um visual imponente. A praça de alimentação é espaçosa e as plantas maravilhosamente iluminadas intercalam as mesas. Cada assento tem uma visão bem clara do jardim, do céu e da cozinha semiaberta, graças aos tetos e paredes de vidro.

Além disso, o restaurante tem um jardim nas proximidades, onde a maioria dos vegetais usados na cozinha são cultivados. Eles também têm um grande campo a cerca de 10 km de Amsterdã com legumes que são colhidos todos os dias durante o nascer do sol para que os hóspedes possam desfrutar dos ingredientes mais frescos possíveis. Qualquer outra coisa que eles não conseguem produzir sozinhos, eles compram de fazendeiros locais e de fornecedores ao redor da cidade.

O chef Gert Jan Hageman resume a natureza de seu restaurante como: “uma cozinha cercada de solo fértil, onde vegetais e ervas florescem, onde a luz do dia brilha de todos os lados e onde os chefs são livres para expressar sua criatividade diariamente ao usar o melhor que a estação tem a oferecer. Parece um conceito óbvio, mas passei vinte anos cercado por telhas brancas e sob iluminação fluorescente antes de finalmente pensar nisso”.

Vale destacar que o restaurante não costuma ter um “menu regular”. Em vez disso, o cardápio muda constantemente, então eles nem mesmo imprimem um. Depois de se sentar em uma mesa no DeKas, a única pergunta feita é se alguém tem restrições alimentares.

Restaurante bem interessante, não é mesmo? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Leia Também: