Saúde

5 alimentos que agem como antibióticos naturais

5 alimentos que agem como antibióticos naturais

Muito antes do surgimento dos antibióticos farmacêuticos (desenvolvidos na década de 1940), alguns alimentos e ervas já ajudavam a população a prevenir infecções e doenças diariamente. Esses alimentos e ervas não perderam a sua capacidade de combater bactérias, mas muitos deles acabam passando despercebidos na cozinha de muita gente. Por isso resolvemos listar aqui cinco alimentos que são verdadeiros antibióticos naturais para você incluir imediatamente na sua dieta. Confira!

1. Alho

O alho contém um composto chamado “alicina”, que é antibiótico e tem propriedades semelhantes à penicilina. Além disso, o alho possui propriedades anti-inflamatórias, anti-virais, anti-parasitárias, anti-fúngicas e antioxidantes. Por mais de sete milênios, o alho tem sido usado para tratar vários tipos de doenças, desde resfriados a infecções graves. Ou seja, o alho não serve apenas um antibiótico natural, mas também como uma fonte de vitaminas, nutrientes e minerais que são benéficos para o bem-estar geral do corpo.

2. Cebola

Seja cozida ou crua, a cebola é muito popular na cozinha de praticamente todo o mundo quando o assunto é dar sabor a uma variedade de pratos. No entanto, a história de suas poderosas capacidades antibióticas pode fazer com que a probabilidade de incluí-la na sua dieta aumente ainda mais. Praticamente uma prima do alho, a cebola possui compostos de enxofre que têm uma capacidade comprovada de combater infecções, mesmo lutando contra bactérias resistentes.

3. Mel

Os antigos romanos já usavam mel no campo de batalha para tratar feridas e prevenir infecções. Outras civilizações em todo o mundo continuaram a considerar o mel um dos melhores antibióticos, anti-inflamatórios e anti-sépticos naturais conhecidos pelo homem. Uma enzima encontrada no mel libera peróxido de hidrogênio em um processo que pode ajudar o seu corpo a combater infecções e prevenir o crescimento de bactérias. Vale destacar que o mel orgânico cru é a melhor opção nesse sentido, já que a maioria dos métodos de pasteurização do mel acabam anulando os efeitos antioxidantes.

4. Repolho

Naturalmente antibacteriano, comer repolho cru desfiado em sua salada, como o acompanhamento de um prato principal ou simplesmente beber o seu suco, são excelentes formas de deixar o seu organismo mais fortalecido contra os efeitos nocivos de bactérias. Além disso, o que muita gente não sabe é que o repolho possui uma grande quantidade de vitamina C. Para se ter uma ideia, uma xícara desse vegetal fornece cerca de 75% das nossas necessidades diárias dessa vitamina.

5. Cúrcuma (açafrão-da-terra)

A cúrcuma é amplamente conhecida no mundo das especiarias graças ao seu sabor arrojado e propriedades antibacterianas. A sua força antibiótica é proveniente de um pigmento essencial chamado “curcumina”, muito eficiente na cicatrização de feridas. Como se isso não bastasse, a curcumina também é um agente anticancerígeno, antioxidante e anti-inflamatório.

Que tal incluir esses alimentos na sua dieta? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Leia Também: