Curiosidades, Nostalgia

Relembre a carreira musical de Sandy e Júnior

A infância nos anos 90 era repleta de diversão, com a tecnologia ainda evoluindo, a criançada tinha tempo de sobra para brincar, ouvir bastante música e dançar. Muitos nomes da música infantil fizeram sucesso naquele período, como por exemplo: Angélica, Xuxa e Sandy e Júnior. Quem nunca parou para cantar e dançar Dig-Dig-Joy? A dupla de irmãos Sandy Leah e Durval Júnior (ou melhor, Júnior Lima) se tornaram um dos responsáveis por fazer a alegria da criançada que acabou crescendo junto com eles. Até os dias atuais, as músicas da dupla é ouvida por várias pessoas, inclusive a pessoa que vos fala escreveu as últimas 8 matérias desse site ao som de Sandy e Júnior. Hoje iremos relembrar a trajetória musical dos dois, já que este ano eles comemoram 30 anos do início da dupla.

No final do ano 1989, Lima Duarte era apresentador do programa “Som Brasil” que era transmitido pela Rede Globo. O programa recebeu a dupla Chitãozinho e Xororó, que foram perguntados se tinham mais alguém na família que cantava, Chitãozinho então disse que seus sobrinhos cantavam e Lima pediu para que levasse as crianças no programa seguinte. Chegando no programa, Sandy e Júnior apresentaram a canção “Maria Chiquinha”. O áudio da apresentação foi retirado e começou a tocar nas rádios de todo o Brasil, a música estourou e acabou chamando a atenção da gravadora PolyGram, na qual a dupla de irmãos acabou fechando contrato e assim começou a era de gravações.

1990 / 1991

A dupla começa a gravar seu primeiro álbum pela gravadora Polygram, que recebeu o nome de “Aniversário do Tatu”. O disco contou com a regravação da música que revelou a dupla para o Brasil, “Maria Chiquinha”. O Pai das crianças, Xororó produziu o disco e também fez participação em uma das músicas. Todas as músicas eram no estilo sertanejo. O álbum foi lançado em 1991 e vendeu 300 mil cópias, fazendo com que Sandy e Júnior ganhasse disco de outro logo no trabalho de lançamento.

1992

O segundo álbum da dupla era lançado e recebeu o nome de “Sábado à Noite”. O CD trazia a participação de Chitãozinho e Xororó de Ney Matogrosso. O estilo musical, assim como o anterior, também era sertanejo. A faixa “A Resposta da Mariquinha” foi o single do álbum.

1993

“Tô Ligado em Você” foi o terceiro álbum de estúdio da dupla e trouxe pela primeira vez um estilo diferenciado dos anteriores. Embora eles tivessem raízes sertanejas, as músicas do CD eram variadas entre pop, rockabilly e jovem guarda. O visual dos irmãos no encarte era inspirado nos anos 50, mais ainda no filme Grease. A música tema é uma versão de “You’re The One That I Want”.

1994

A dupla renova o contrato com a PolyGram e lançam seu quarto disco de estúdio, “Pra dançar com você”. Naquele ano começaram a surgir boatos sobre o fim da dupla, já que eles estavam crescendo e nem todos acreditavam que poderiam continuar fazendo sucesso, a dupla sabia onde queria chegar, portanto, eles provaram o contrário.

1995

“Você é D+” foi o quinto álbum lançado da dupla e possuía uma sonoridade ainda mais pop que os anteriores. A canção “O universo Precisa de Você” se tornou tema da série Power Rangers que era exibido pela Rede Globo naquela época. “Vai ter que Rebolar” se tornou um dos maiores singles do disco.

1996

“Dig-Dig-Joy” certamente um dos maiores sucessos da dupla, foi tema do sexto álbum. O disco tinha canções com sonoridade que variavam entre pop, country, rock e dance. Pela primeira vez, Júnior aparecia sem seu mullet nas fotos do encarte e Sandy vestia roupas mais adolescentes.

1997

É lançado o sétimo álbum que recebeu o nome de “Sonho Azul”. Os singles do disco são: “Beijo é Bom”, “Eu acho que Pirei” e “Inesquecível”. O álbum precisou ser relançado, pois uma faixa bônus havia entrado após o lançamento, que foi a “Era uma vez…” que entrou para a trilha sonora da novela de mesmo nome.

1998

Era lançado o primeiro álbum ao vivo da dupla, intitulado “Era uma vez… Ao vivo”. foi o primeiro trabalho de Sandy e Júnior que ultrapassou a marca de 1 milhão de discos vendidos.

1999

A dupla voltava para os estúdios para gravar “As Quatro Estações” que foi lançado naquele ano. Nesse álbum, Sandy faz sua estreia como compositora. O disco recebeu certificado de diamante duplo.

2000

O ano 2000 marcou o início da turnê “As Quatro Estações” que acabou resultando na gravação do segundo álbum ao vivo da dupla que foi intitulado “As Quatro Estações – o Show” que vendeu 3 milhões de cópias. Nesse mesmo ano foi lançado “Todas as Estações / Remixes” que é o primeiro e único álbum de remix da dupla.

2001

O nono álbum de estúdio da dupla recebeu o nome de “Sandy & Júnior”. Ele é considerado o mais pop da dupla e que dá para perceber o amadurecimento deles como cantores.

2002

A dupla lançava seu primeiro álbum em outra língua. “Sandy & Júnior – Internacional” foi o décimo álbum de estúdio dos cantores e foi vendido inclusive na Europa e América Latina. Embora tivesse focados no projeto fora do país, nesse mesmo ano, a dupla gravava seu terceiro álbum ao vivo, intitulado “Sandy & Júnior – Ao Vivo no Maracanã”.

2003

“Identidade”, o décimo primeiro álbum de estúdio da dupla era lançado. Os cantores ficaram responsáveis por maior parte criativa do projeto. O álbum recebeu certificado de platina.

2006

Após três anos sem nenhum álbum lançado, Sandy e Júnior voltam com “Sandy & Júnior” segundo álbum dos irmãos que recebeu esse nome. O projeto foi indicado ao Grammy Latino como o “Melhor Álbum Pop Conteporâneo em Língua Portuguesa”.

2007

Sandy e Júnior anunciam o fim da dupla. Embora fosse desfazer a dupla, os cantores ainda gravaram e lançaram seu ultimo álbum. O quarto projeto ao vivo dos irmãos foi um Acústico MTV e foi gravado em junho daquele ano. O álbum trás os maiores hits da dupla e participações de Ivete Sangalo, Lulu Santos e Marcelo Camelo. Da mesma forma que começaram com sucessos, acabaram com grandes sucessos.

Posteriormente cada um seguiria suas vidas, Sandy começou a cantar solo e Júnior fez parte da banda Nove Mil Anjos e  atualmente está na Manimal.

2019

Embora tenham anunciado o fim da dupla em 2007, os irmãos vinha conversando e como resultado disso, 12 anos depois, Sandy e Júnior voltam aos palcos para uma turnê comemorativa de 30 anos da dupla, afinal, três décadas de história é motivo suficiente para comemorar. Recife vai ser a primeira cidade a receber o show que passará por mais 9 capitais do Brasil. A expectativa dos fãs está a mil, por outro lado alguns queriam mesmo era que a dupla voltasse de vez.

Gostou de relembrar a carreira de Sandy e Júnior? Compartilha e comenta esse port!

Você também pode gostar de