Curiosidades, História

Quem inventou o balanço?

Quem inventou o balanço?

O balanço é um daqueles brinquedos de playgrounds e parques públicos que conseguem divertir praticamente qualquer pessoa, independente da idade. De fato, a maioria dos adultos tem boas lembranças do tempo gasto brincando nos balanços quando eram crianças e muitas vezes até gostam de reviver os bons momentos ao usá-lo novamente na fase adulta. Mas afinal, quem será que foi o responsável por criar esse passatempo tão divertido?

Infelizmente, ninguém sabe exatamente quem inventou o balanço, mas uma coisa que podemos ter certeza é que esse tipo de brinquedo existe há muito tempo. Historiadores acreditam que os primeiros balanços primitivos eram feitos nos galhos grossos que cresciam naturalmente em grandes árvores, especialmente em videiras. Embora essa seja apenas uma suposição, as primeiras evidências concretas de algum tipo de balanço remontam aos antigos gregos. Grupos de historiadores chegaram a encontrar vasos pintados do século V a.C. que já retratavam mulheres e crianças desfrutando de balanços.

Ao longo dos séculos que se seguiram, os balanços passaram a ser feitos de uma variedade de materiais, principalmente madeira, corda, aço, pneus e plástico. Quanto aos balanços que encontramos em parques públicos e playgrounds escolares, os especialistas acreditam que eles começaram a surgir na última parte do século XIX com o objetivo de fornecer um ambiente de lazer de baixo custo para a população.

Vale destacar que, além de divertidos, os balanços também podem ser educativos. Os balanços funcionam ao converter a energia potencial em energia cinética. Quando você puxa o balanço para trás o máximo que pode, você está acumulando energia potencial. Quando você tira os pés do chão, a energia potencial se transforma em energia cinética ou energia de movimento, impulsionando o assento do brinquedo. No entanto, forças opostas, como a gravidade e o atrito, acabarão por levá-lo a parar, a menos que você forneça mais energia ao balançar as pernas ou conte com a ajuda de alguém para empurrar o brinquedo.

E você, já passou bons tempos se divertindo em um balanço? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Leia Também: