Curiosidades

O que é uma gompa?

O que é uma gompa?

O budismo é uma das religiões mais antigas do mundo, tendo como objetivo principal mostrar que o caminho para a iluminação está na própria consciência do ser humano e pode ser alcançada através de práticas e crenças espirituais. No entanto, essa religião ainda é relativamente desconhecida de boa parte do público no Ocidente, de modo que algumas das coisas mais importantes para os budistas acabam sendo totalmente desconhecidas por outras pessoas. Um bom exemplo disso é a gompa, cujas características vamos explorar ao longo desse post.

Gompa é o nome dado a um tipo de templo ou mosteiro budista bastante comum na região histórica do Tibete, incluindo partes da China, Nepal, Índia, Butão e Ladaque. Um mosteiro é um centro espiritual onde as ideias e as crenças budistas são ensinadas e onde os membros renunciam aos seus desejos materialistas com o objetivo de cultivar um estilo de vida mais puro. Portanto, uma gompa é um conjunto de salas onde um budista medita e ouve os ensinamentos. Embora os desenhos e detalhes interiores dos gompas variem de região para região, todos eles cntam com um salão central de orações mobiliado com uma estátua do Buda e bancos que os monges usam para fazer orações.

Palácio de Potala,a maior gompa do mundo.

Dentro das paredes caiadas de branco dos mosteiros budistas existem grandes peças de artes e decorações, incluindo esculturas e murais nas cores do arco-íris. As obras de arte em questão não são inspiradas pelo ambiente circundante, mas sim pela imaginação e crença da religião. Uma das características mais comuns encontradas dentro das gompas é a presença de uma Roda da Vida, que descreve o princípio do Karma (lei de causa e efeito). Esses edifícios também possuem estátuas de divindades budistas, de modo que o trabalho dessas divindades é proteger o dharma ou os ensinamentos budistas da influência externa.

Embora existam gompas em todo o Himalaia, as de maior destaque se encontram fora do Tibete, onde os budistas tibetanos escaparam dos expurgos da Revolução Cultural Chinesa. Alguns desses mosteiros comuns na Índia incluem Dharamsala, Tawang, Tabo Gompa e Rumtek. No Tibete, os gompas incluem o Palácio de Potala (maior gompa do mundo) e o mosteiro de Pelkhor Chode, enquanto os do Nepal incluem o Bodhnath e o Swayambhunath.

Interessante, não é mesmo? Compartilhe o post e deixe o sue comentário!

Leia Também: