Curiosidades

As 5 tradições de Páscoa mais bizarras do mundo

Os cristãos costumam celebrar a Páscoa como um dia para comemorar a ressurreição de Jesus Cristo, enquanto pessoas de outras culturas e religiões podem reservar essa data para outras celebrações diversas, como por exemplo a chegada da primavera. As principais celebrações em todo o mundo geralmente incluem a produção de pães, o consumo de peixe, coelhinhos da Páscoa e os famosos ovos de chocolate. No entanto, também existem alguns costumes e tradições de Páscoa bastante incomuns que são seguidas durante as celebrações de algumas nações. Aqui estão cinco bons exemplos disso. Confira!

5. Pipas nas Bermudas

A Páscoa não gira em torno apenas de doces e ovos pintados. Existe também um aspecto religioso para tudo isso e as Bermudas estão mantendo esse fato vivo, embora de uma maneira bastante bizarra. Como forma de simbolizar Cristo se levantando do túmulo e subindo ao céu, o povo das Bermudas empina pipas. Estas pipas são feitas especialmente para essa época do ano, podendo levar semanas para as pessoas produzirem uma completamente. No final do dia, os prêmios são entregues para as pipas mais bem feitas em uma infinidade de diferentes categorias.

4. Fogueiras no Chipre

Aparentemente, a Páscoa no Chipre não é apenas um feriado, mas também uma desculpa para todos saírem queimando madeira por aí. É uma longa tradição cipriota deixar os garotos vasculharem a cidade em busca de pedaços de madeira para usar em uma fogueira comunitária. O bairro com o maior incêndio no final do dia recebe o direito de se gabar de ter “vencido” a competição de Páscoa. Vale destacar que não é incomum ver a polícia sendo chamada para acabar com brigas por conta das buscas pela madeira ou para ajudar a apagar fogueiras fora de controle.

3. Mistérios sobre assassinatos na Noruega

Na Noruega, uma das tradições de Páscoa mais comuns é simplesmente sentar-se com a família e ler ou assistir mistérios sobre assassinato juntos, de modo que todos possam tentar descobrir quem era o assassino da história. De fato, isso se tornou uma coisa tão popular que muitas grandes empresas realmente se esforçam para se preparar para o “massacre de Páscoa” que muitos cidadãos do país esperam. Para se ter uma ideia, alguns produtos lácteos até contam com embalagens especiais para que as pessoas possam ler os mistérios dos mini assassinatos em seus rótulos de leite na semana que antecede o feriado.

2. Cordeiros de manteiga na Polônia

Quase todo país celebra a Páscoa com algum tipo de guloseima e a Polônia não é uma exceção a isso. Durante essa época do ano, muitos poloneses costumam fazer o popular “cordeiro de manteiga”. Esses cordeiros são geralmente feitos à mão, mas nas últimas décadas os moldes de cordeiro têm ganhado popularidade devido à sua capacidade de ajudar a produzir um cordeiro com uma aparência bem mais realista.

1. Muita pólvora na Grécia

O saitopolemos é uma tradição de Kalamata, na Grécia, que existe há muitos anos. Os participantes são divididos em equipes que variam de 10 a 15 membros, sendo geralmente jovens armados com “saites” (tubos de papel cheios de pólvora) e vestidos com trajes tradicionais. A partir daí a “guerra” começa, dando origem a opiniões controversas por conta do seu grau de periculosidade. A mídia grega tem sido altamente crítica e tem pedido o fim dessa tradição. No entanto, os moradores locais insistem que o costume é algo que deve ser mantido pois eles herdaram de seus ancestrais.

Aproveitando essa época do ano, o Canal Experimentando está produzindo vários vídeos com esse tema. Confira um desses vídeos clicando na imagem logo abaixo!

Você também pode gostar de