Curiosidades, História

Você sabia que existe uma obra de arte na Lua?

Você sabia que existe uma obra de arte na Lua?

Todo o dia artistas criam novas obras e as expõem em amostras, galerias e museus, porém Paul Van Hoeydonck foi mais longe e possui uma obra de arte na Lua!

Sua obra se chama Astronauta Caído e consiste em uma escultura com 8,5 cm de altura que trata de um astronauta utilizando seu traje e está caído na Lua. Logo atrás dele existe uma pequena placa com o nome dos 8 astronautas e 6 cosmonautas que faleceram em missões ou durante o treinamento. Esta obra foi levada até a Lua pela tripulação do Apollo 15 em 1º de agosto de 1971.

A criação desta obra começou quando Hoeydonck conheceu o astronauta David Scott em um jantar, foi o astronauta quem pediu ao artista que criasse uma estatueta para homenagear todos os astronautas e cosmonautas que deram sua vida por nossa evolução tecnológica. Para a produção, algumas restrições foram necessárias dada a dificuldade do transporte: ela não poderia ser muito grande nem pesada, precisa ser resistente e firme porém leve.

Além disso, o material precisava suportar as altas temperaturas da Lua, não deveria ser identificado como homem ou mulher ou parte de algum grupo étnico, assim podendo representar todos os homenageados. Além disso, foi necessário evitar a comercialização do espaço e por isso, segundo desejo de Scott, o nome do artista não deveria constar na escultura.

Quais nomes estão na placa?

  • Theodore Freeman – 31 de outubro de 1964 – Acidente aéreo
  • Charles Bassett e Elliot See – 28 de fevereiro de 1966 – Acidente aéreo
  • Roger Chaffee, Gus Grissom e Edward White – 27 de janeiro de 1967 Incêndio da Apollo 1
  • Vladimir Komarov –  24 de abril de 1967 – Falha de paraquedas da Soyuz 1
  • Edward Givens – 6 de junho de 1967 – Acidente automobilístico
  • Clifton Williams – 5 de outubro de 1967 – Acidente aéreo
  • Iuri Gagarin – 27 de março de 1968 – Acidente aéreo
  • Pavel Belyayev – 10 de janeiro de 1970 – Doença
  • Georgi Dobrovolski, Viktor Patsaiev e Vladislav Volkov – 30 de junho de 1971 – Falha de pressurização da Soyuz 11

Anos depois, em 1990, David Scott percebeu que haviam dois nomes faltando na placa: Valentin Bondarenko e Grigori Nelyubov. Foi ele também que explicou que havia muito sigilo no programa espacial soviético e que as mortes destes dois profissionais nunca tiveram suas causas confirmadas. Além disso, Robert Henry Lawrence, o primeiro astronauta negro da história e que infelizmente acabou falecendo em um acidente aéreo, também não está incluso na homenagem e na época a NASA foi muito criticada por isso. Entretanto, a explicação dada foi que Lawrence não teria completado o treinamento como astronauta antes de falecer, assim não podendo ser representado como tal na homenagem.

História incrível, não é mesmo? Comente!

Leia Também: