Curiosidades

6 tradições curiosas envolvendo ovos de Páscoa pelo mundo

Em várias partes do mundo, decorar e dar ovos na Páscoa tornou-se uma tradição que acabou ultrapassando as suas conotações religiosas originais. De fato, muitos desses costumes datam antes mesmo do cristianismo e eram originalmente usados para celebrar o início da primavera no hemisfério norte. No entanto, seja qual for o seu significado, o fato é que essas tradições têm muitas interpretações inegavelmente charmosas e as seguintes são apenas uma amostra das mais coloridas e exclusivas. Confira!

1. Islândia

A Islândia vai ao extremo com seus ovos de Páscoa, já que além de serem maiores que os ovos de um avestruz, esses gigantes de chocolate são preenchidos com vários tipos de guloseimas como caramelos, alcaçuz, doces cozidos e jujubas. Além disso, costuma-se colocar um “pintinho de Páscoa” amarelo em cima do ovo para lembrar a todos que é, afinal de contas, a época da Páscoa. Vale destacar que esses ovos também podem contar até com flores decorativas.

2. Alemanha

Uma tradição que nasceu na Suíça Franconiana (no norte da Baviera, Alemanha), promove a adornação de ovos de Páscoa em fontes e poços públicos para servirem como decorações ornamentadas que honram a água como um dos elementos essenciais da vida. Conhecidas como “Osterbrunnen”, essas decorações são geralmente acompanhadas por fitas, flores e guirlandas de boas-vindas.

3. Letônia

As marcas que podem ser vistas nesses ovos da Letônia são produzidas com grãos, flores, folhas e itens domésticos aleatórios colocados sobre o ovo, cobrindo-o com casca de cebola para manter tudo no lugar. Curiosamente, muitas famílias economizam suas cascas de cebola durante todo o ano em preparação para tingir seus ovos na Páscoa. Às vezes, os símbolos da arte folclórica da Letônia se resumem a pequenos arranhões nos ovos, representando o início da primavera e o retorno do calor do sol.

4. México

Os ovos de Páscoa mexicanos, chamados de “cascarones”, são ovos extremamente coloridos que são recheados de confetes e às vezes até brinquedos. Segundo os historiadores, a prática de dar esses ovos se originou na China, onde eles eram preenchidos com pós perfumados para serem dados como presentes. Chegando ao México em 1800, os ovos tornaram-se sinônimo de outras celebrações além da Páscoa, incluindo aniversários, casamentos e até as celebrações da independência do país. Curiosamente, existe uma tradição de quebrar um ovo sobre a cabeça de um amigo, supostamente para lhe trazer boa sorte.

5. Hungria

Os ovos de Páscoa tradicionais da Hungria são quase que totalmente vermelhos, com exceção de pequenos símbolos brancos arranhados em sua superfície. Esses símbolos costumam ter significados e, quando são dados como presentes, os húngaros conseguem interpretá-los como se fossem um cartão de felicitações. A tradição diz que aqueles que recebem os ovos garantem uma vida longa, boa saúde e muitos filhos.

6. Japão

O Japão é um país que gosta de adotar feriados estrangeiros e a Páscoa não é exceção. Apesar da Páscoa não ser celebrada religiosamente no país, o Japão tem o seu próprio estilo de ovos de Páscoa conhecidos como “ovos Washi”, por causa do nome do papel utilizado na sua produção. Inicialmente, o papel Washi é cuidadosamente colado no ovo. Depois que a cola seca, os artistas adicionam verniz para terminar tudo com um visual polido muito bonito.

Qual dessas tradições você achou a mais interessante? Conta pra gente! 😀

Leia Também: