Sim, exatamente isso que você leu. A Austrália elegeu os gatos selvagens como inimigo público número um e está tomando uma atitude extremamente repreensível tanto pela comunidade global quanto pela própria People for the Ethical Treatment of Animals (PETA) que chamou a atitude de cruel. A Nova Zelândia também está nessa e prometeu um futuro livre de gatos com gatos selvagens e domésticos controlados ou abatidos.

SÓ EU ESTOU ACHANDO ISSO UM ABSURDO?




A razão para esse assassinato em massa é o fato dos gatos selvagens viverem livres na natureza e, por serem carnívoros, estão causando a extinção de muitos animais nativos. O gato selvagem não é nativo da Austrália e chegou por lá em algum momento do século XVII e hoje cobre 99,8% do após  com uma população que vai de 2 a 6 milhões. Uma espécie chamada bettong burrowing já não é mais vista pela Austrália e estudiosos afirmam que a culpa de sua extinção é de raposas e gatos selvagens. Esta é uma das 20 que foram dizimadas pela espécie, sendo hoje o gato selvagem a maior ameaça à espécies nativas da Austrália. Acredita-se que os gatos matem mais de 1 milhão de aves nativas e 1,7 milhão de répteis na Austrália todos os dias, disse um porta-voz do Departamento de Meio Ambiente e Energia da Austrália à CNN.

“Nós não estamos caçando gatos por causa disso, não estamos fazendo isso porque odiamos gatos”, disse Andrews. “Temos que fazer escolhas para salvar animais que amamos e que nos definem como nação.”




O governo acredita que reduzindo a população de gatos selvagens irá terminar com esta ameaça, porém sinceramente? Isso é um absurdo, uma solução ‘fácil’ para este sério problema. Afinal, dizimar a população de animais plenamente saudáveis e em seu habitat nada mais é do que crueldade. Não sei bem o que poderia ser feito de diferente pois não sou especialista, mas acredito que um programa de proteção aos animais selvagens em risco de extinção aliado a castração desses animais já auxiliaria bastante no controle populacional para as próximas gerações sem a necessidade de tirar vidas inocentes.

Você também está chocado? Ou acha que a Austrália está tomando a decisão correta? Comente!