Curiosidades

Por que algumas pessoas suam mais que outras?

Por que algumas pessoas suam mais que outras?

O suor pode até ser incômodo e nojento em alguns casos, mas a verdade é que ele desempenha um papel muito importante em ajudar o seu corpo a manter a temperatura adequada. No entanto, certas pessoas suam mais do que outras, de modo que toda essa transpiração excessiva pode ser um indicativo de uma condição de saúde pouco conhecida. Mas afinal, por que algumas pessoas suam tanto?

Antes de tudo, é importante destacar que o seu corpo está sempre suando, ainda que você não perceba, já que quando o suor evapora, o seu corpo tende a esfriar, já que essa ação dissipa o calor gerado pelo seu metabolismo. A transpiração visível na pele só acontece quando a saída do suor excede a taxa de evaporação, algo que ocorre com mais frequência quando o tempo está quente e úmido ou quando a pessoa em questão está praticando algum exercício físico. Suar excessivamente sob estas condições não é incomum e geralmente não é indicativo de um problema de saúde. No entanto, algumas pessoas que sofrem de sudorese excessiva sofrem de uma condição chamada “hiperidrose”, que faz com que elas transpirem mais do que o necessário para regular a temperatura corporal.

A hiperidrose pode ser generalizada (afetando todo o corpo) ou pode ser localizada em partes específicas do corpo. A hiperidrose generalizada não costuma ser apontada como uma doença, mas sim um sintoma de uma condição de saúde subjacente, incluindo distúrbios metabólicos (como o hipertiroidismo), diabetes, infecções ou tumores linfáticos. A transpiração excessiva também pode ser resultante do consumo excessivo de álcool ou pode até ser causada por certos medicamentos, em especial os antidepressivos. Alterações nos hormônios provocadas por fatores como menopausa e ansiedade também podem causar a hiperidrose generalizada.

A hiperidrose localizada, por outro lado, não costuma ser um sintoma de outras condições e acredita-se que ela resulte de pequenas disfunções no sistema nervoso. Essa condição (que geralmente aparece nas palmas das mãos, axilas ou solas dos pés) também pode ter origem genética, sendo passada entre membros da mesma família.

Sabia dessa? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Leia Também: