Bizarro, Curiosidades

Cratera de Darvaz: A porta para o Inferno

Cratera de Darvaz: A porta para o Inferno

No Turcomenistão existe uma cratera na aldeia de Darvaz que é popularmente chamada de Porta para o Inferno, isso porque fazem 48 anos que ela queima sem folga. Vamos conhecer mais desta história.

Em 1971 engenheiros vindos da então União Soviética descobriram um local ao qual acreditavam ser um imenso campo de petróleo. Então, para conseguir explora-lo fizeram um acampamento e começaram a perfurar o solo para verificar quanto de gás e petróleo existiria ali. Após perceberem que ali existia gás metano, começaram a armazena-lo para venda e a cavar ainda mais, foi quando descobrira uma gigante caverna subterrânea cheia do gás e, durante este trabalho de descoberta, a plataforma de perfuração acabou cedendo e abrindo uma grande cratera que engoliu todos os equipamentos e liberou uma quantidade absurda do gás que gerou inúmeros problemas ambientais e também custou vidas.

Como ficaram com medo que essa liberação continuasse, os engenheiros na época decidiram queima-lo, acreditando que o fogo arderia por poucos dias até finalmente consumir todo o gás. Porém, o que eles não esperavam é que houvesse tanto, mas tanto gás que a cratera queimasse por 48 anos ininterruptos sem quaisquer previsões de término! Isso mesmo, fazem 48 anos que o fogo iniciado por aqueles cientistas para evitar uma catástrofe ainda queima, já pensou nisso?

O buraco tem 70 m de diâmetro e foi chamado de Porta para o Inferno pelos moradores da aldeia de Darvaz que vivem próximos dali. Esta é uma das maiores reservas de gás de todo o mundo, gás este que não pode ser armazenado ou utilizado já que, afinal, está queimando há quase 5 décadas!

Você conhecia esta história? Comente!

Leia Também: