Curiosidades

Merhan Karimi Nasseri e a história real por trás de O Terminal

Se você já assistiu a O Terminal dirigido por Steven Spielberg e estrelado por Tom Hanks e Catherine Zeta-Jones certamente a história de Merhan Karimi Nasseri lhe será familiar. Vamos conhecê-la?

Merhan Karimi Nasseri é um iraniano que viveu de 1988 a 2006 no Terminal 1 do Aeroporto Charles Gaulle, os funcionários do lugar o chamavam de Sir Alfred Mehran. Infelizmente, pouco se sabe sobre sua história. Entretanto, ele contou que em 1972 seu pai faleceu e isso o fez mudar sua vida porque descobriu que era adotado, filho de uma escocesa. Foi quando ele decidiu sair de casa e estudar economia na Inglaterra, voltando ao Irã em 1974. Após, participou de movimentos ingleses contra o poder do xá iraniano Mohammad Reza Pahlavi e por isso foi perseguido e torturado em 7 de agosto de 1975 pela polícia secreta iraniana SAVAK.

Foi quando foi expulso do país e teve sua nacionalidade cassada, assim sendo condenado a vagar pela Europa em busca de asilo até que finalmente o conseguiu na Bélgica que lhe deu documentos em 1981. Depois, alegando cidadania inglesa foi para a Inglaterra com seus documentos ‘supostamente roubados’ e ao fazer escala em Paris, acabou detido e teve que esperar documentação, o que só aconteceu em 2006. Ou seja, ele ficou 18 anos vivendo no terminal 1 do aeroporto vivendo como mendigo até conseguir resolver sua situação.

Em 2004 sua história ganhou vida com o enredo um tanto diferente, foram Andrew Niccol e Gervasi que escreveram esta história que foi dada a vida por Steven Spielberg. Na história, Viktor Navorski viaja para os Estados Unidos e quando desembarca, uma revolução começa em seu país de origem: Krakozhia. Por isso, ele não pode nem entrar nos Estados Unidos nem voltar para seu país, sendo condenado a viver no aeroporto até a guerra terminar.

Gostou da curiosidade? Comente!

Leia Também: