Curiosidades

Qual a diferença entre o Yeti e o Pé Grande?

Qual a diferença entre o Yeti e o Pé Grande?

Recentemente, o Exército Indiano ressuscitou um velho debate quando compartilhou fotos de uma suposta pegada do Yeti em sua conta oficial no Twitter. Apesar de várias evidências científicas mostrarem que a maioria dos vestígios de supostos “Yetis” vem dos ursos do Himalaia, muitas pessoas ainda estão convencidas da existência dessas criaturas. Para outros, as alegações de avistamentos desse tipo levantam uma questão relativamente mais simples: qual é a real diferença entre o Yeti e o Pé Grande?

Sem muita surpresa, histórias de homens ou monstros misteriosos que vivem pisando na neve ou se escondendo em pântanos são temas comum em todo o mundo. O Yeti é a lenda mais antiga desse tipo. Esse suposto animal semelhante a um homem que vive no Himalaia tem suas raízes na religião pré-budista. O povo Lepcha reconhecia um “Ser Glacial” sobrenatural como um dos seus deuses da caça e o governante de todas as criaturas da floresta. Anos mais tarde, surgiu uma versão inicial do termo “Yeti”, um nome que a maioria dos especialistas acredita ser derivado de uma palavra sherpa, possivelmente “yeh-teh”, que significa “pequeno animal semelhante ao homem”. O Yeti ficou famoso ao ser um antagonista recorrente em muitos contos populares compartilhados pelo povo sherpa. Em suas lendas, essa criatura era comumente retratada como um homem com características de macaco que deixava rastros grandes na neve.

A lenda do Yeti é muito comum entre o povo sherpa.

Além do Yeti, o Pé Grande é uma outra criatura cuja lenda diz ser um primata grande e desgrenhado que anda de forma semelhante a um homem. A principal diferença entre esses dois seres míticos é, na verdade, uma questão de localização. Enquanto o Yeti pertence à cultura da Ásia, acredita-se que o Pé Grande seja nativo da América do Norte, especificamente do noroeste do Pacífico. Contos de homens selvagens semelhantes a macacos que habitavam essa região podem ser rastreados até entre comunidades indígenas. No entanto, a origem desse nome tem a ver com a astúcia de um jornalista. Tudo começou em 1958, quando um homem supostamente descobriu grandes pegadas em suas terras na Califórnia. Após o ocorrido, as pessoas da comunidade passaram a se referir ao misterioso dono das pegadas gigantescas como “Pé Grande”. O jornalista que escreveu o artigo no jornal local compartilhou essa informação e ajudou a popularizar de vez esse termo.

A lenda do Pé Grande é nativa da América do Norte.

Apesar de se terem se originado a milhares de quilômetros de distância e serem geralmente considerados apenas personagens folclóricos, algumas pessoas ainda suspeitam que as criaturas pertençam a uma espécie animal. Uma hipótese popular diz que o Pé Grande e o Yeti são Gigantopithecus, um macaco polar do tamanho de ursos do sul da Ásia que acredita-se ter sido extinto há 300 mil anos. Embora as chances dessas espécies ainda existirem sejam praticamente nulas, isso não impediu muitos entusiastas de ambas as criaturas a querer acreditar nessa hipótese.

Sabia dessa? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Leia Também: